CUSTO DA CONSTRUÇÃO SOBE 7,2% NO SEMESTRE

CUSTO DA CONSTRUÇÃO SOBE 7,2% NO SEMESTRE

Influenciado principalmente pela taxa da mão de obra (alta de 4,37%), o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) disparou neste mês, registrando alta e 2,81% no comparativo mensal. O indicador acumula crescimento de 7,2% no semestre. Nos 12 meses encerrados em junho, o aumento ficou em 16,88%. Em maio, o indicador avançou 1,49%. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (27), pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV Ibre). Em junho, apresentaram taxas maiores cinco capitais, Salvador, Brasília, Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Houve decréscimo do INCCC-M em Belo Horizonte (MG) e Porto Alegre (RS). Entre os subgrupos do índice do FGV Ibre, a taxa correspondente a materiais e Equipamentos variou 1,58% em junho, pouco menos do que o 1,67% do mês anterior. Já os serviços ligados à construção tiveram alta de 0,92%. Neste grupo, vale destacar o recuo da taxa do item aluguel de máquinas e equipamentos, com queda de 2,36% para 0,88%.

Foto: divulgação FGV Ibre