UPB ALERTA BAIXA ADESÃO DOS MUNICÍPIOS AO PARCELAMENTO ESPECIAL DO INSS

UPB ALERTA BAIXA ADESÃO DOS MUNICÍPIOS AO PARCELAMENTO ESPECIAL DO INSS

Há 15 dias para o fim do prazo de adesão, dia 30 de junho, pouco mais de 10% dos municípios baianos aderiram ao parcelamento especial do INSS, instituído pela Emenda Constitucional (EC) 113/2021, de 8 de dezembro do ano passado, que estabeleceu o parcelamento dos débitos previdenciários em até 240 parcelas mensais (20 anos). Preocupado com esse baixo percentual de adesão, a UPB realizou na tarde desta terça-feira (14) uma reunião virtual para orientar os gestores sobre as vantagens e desvantagens do parcelamento e os passos necessários para a adesão.

O presidente da UPB, Zé Cocá chamou a atenção dos gestores para o cumprimento do prazo e ressaltou ser o problema mais sério que os prefeitos e prefeitas estão enfrentando. “O prazo de adesão é até o dia 30 desse mês e não há perspectiva de prorrogação.

É importante que os gestores fiquem atentos e analisem a situação de cada município, porque cada caso é um caso. O parcelamento especial pode impactar negativamente a receita financeira dos municípios”, alertou o líder municipalista, explicando que convocou essa reunião para que os gestores pudessem sanar dúvidas e decidir o que será melhor para seus municípios.

 

Foto: UPB