EM 2020, NÚMERO DE EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL BAIANA CRESCEU

EM 2020, NÚMERO DE EMPRESAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL BAIANA CRESCEU

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2020, o tamanho do setor empresarial da construção civil na Bahia voltou a crescer, após o resultado negativo de 2019. Ao final do primeiro ano da pandemia de Covid-19, o estado contava com 2.409 empresas da construção com 5 ou mais pessoas ocupadas. Houve um aumento de 1,5% frente a 2019, quando o total era 2.373. Ou seja, 36 empresas passaram a atuar na Bahia, de um ano para o outro.

Ainda assim, frente a 2015, quando o estado havia apresentado seu maior número de empresas atuando na construção (3.009), houve uma queda de 19,9%. Ou seja, 600 empresas da construção civil fecharam, em cinco anos. Mesmo com o saldo positivo, entre 2019 e 2020, a Bahia teve uma leve perda na participação no total de empresas da construção civil com 5 ou mais pessoas ocupadas no país, de 4,3% para 4,1%. Manteve, porém, a 7a maior participação nacional, dentre as unidades da Federação, e a maior do Norte/Nordeste.

No Brasil, o setor empresarial da construção civil teve, entre 2019 e 2020, um crescimento de 4,7% no número de empresas com 5 ou mais pessoas ocupadas, passando de 55.565 para 58.162 – mais 2.597 empresas de um ano para o outro.Entre 2019 e 2020, o setor empresarial da construção cresceu em 18 dos 27 estados brasileiros. Os destaques positivos foram para Amapá (+37,0%), Mato Grosso (+26,0%) e Mato Grosso do Sul (+19,3%). As maiores quedas, em termos proporcionais, ocorreram em Roraima (-19,0%), Acre (-15,4%) e Piauí (-8,3%).

Foto: divulgação