WILSON SONS TEM ALTA DE IMPORTAÇÕES E EXPORTAÇÕES NO TECON SALVADOR

WILSON SONS TEM ALTA DE IMPORTAÇÕES E EXPORTAÇÕES NO TECON SALVADOR

A Wilson Sons registrou em maio um aumento de 11,8% no volume de importações, no Tecon Salvador, em relação ao mesmo período de 2021. O crescimento foi impulsionado, principalmente, pela maior demanda dos segmentos de energia solar, têxtil e óleos lubrificantes. O terminal de contêineres baiano também apresentou crescimento de 8,6% nas exportações, em função do crescimento da demanda dos setores de café e derivados, químicos, celulose e papel. A cabotagem, que cresceu 4,3%, foi alavancada pelos maiores volumes de celulose, óleos lubrificantes e arroz.

Os resultados positivos do Tecon Salvador se destacam entre os dados operacionais de maio da Wilson Sons, divulgados na quinta-feira (09/06) pela companhia, maior operadora integrada de logística portuária e marítima do País.

Os dados operacionais de maio apresentam ainda um aumento de 43,2% no total de dias em operação das embarcações de apoio offshore, graças ao início de novos contratos. As atracações de embarcações nas bases de apoio offshore cresceram 23,1%, devido ao aumento nas operações regulares com novos contratos.

As manobras portuárias apresentaram redução de 1,3%, com menor volume de contêineres, apesar dos maiores volumes de petróleo. A Wilson Sons está iniciando a operação do primeiro de uma série de seis novos rebocadores da companhia, com design de casco inovador e hidrodinâmica mais eficiente. O rebocador Centaurus pode alcançar até 91 toneladas de tração estática (bollard pull), tornando-se o rebocador mais potente a operar no País.

 

Foto: Divulgação