domingo, 14 de julho de 2024
Euro 5.9241 Dólar 5.4292

GOVERNO AVALIA COMPRA DE VACINA CONTRA VARÍOLA DOS MACACOS

Redação - 07/06/2022 10:29

O Ministério da Saúde investiga pelo menos sete casos suspeitos da varíola dos macacos em seis Estados, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Ceará tem um paciente em isolamento cada, enquanto Rondônia tem dois.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a situação da varíola dos macacos no Brasil é de atenção. “Ela também transmite pelo contato direto, por partículas respiratórias, mas ela não têm a contagiosidade do sars cov 2. Então, não é um motivo de alarme. Temos que ficar vigilantes, como eu já falei. Hoje, são três laboratórios que estão fazendo essas análises. O Adolfo Lutz, em São Paulo, o laboratório da UFRJ, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e da FUNED. E isso vai ser ampliado para todos os 27 [laboratórios centrais] do Brasil”, disse Queiroga. O governo avalia comprar vacinas, mas, por enquanto, ainda não há previsão para uma campanha de imunização nacional.

Na próxima sexta-feira, 10, o Ministério da Saúde vai distribuir testes aos 27 laboratórios centrais de saúde pública. Os exames devem auxiliar no diagnóstico dos casos suspeitos e identificar eventuais novas infecções. Segundo Queiroga, o governo deve comprar vacinas específicas para a varíola dos macacos, mas, por enquanto, não há direcionamento para iniciar campanhas de vacinação. O número de casos da varíola dos macacos em todo o mundo já passa de 900. Mais de 20 países confirmaram a doença. Os sintomas incluem febre, erupção cutânea e aumento dos gânglios linfáticos. A transmissão ocorre por meio de fluidos corporais, gotículas ou materiais contaminados. E a prevenção deve ser feita com o uso de máscaras e lavagem das mãos.

 

Fonte: Jovem Pan

Foto: Cynthia S. Goldsmith, Russell Regner/CDC via AP

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.