“GOVERNO SEQUER CONSEGUE APRESENTAR UM NOVO PRAZO”, DIZ VEREADOR AO CRITICAR ATRASO NO VLT

"GOVERNO SEQUER CONSEGUE APRESENTAR UM NOVO PRAZO", DIZ VEREADOR AO CRITICAR ATRASO NO VLT

O vereador Cláudio Tinoco (União Brasil) criticou nesta segunda-feira (6) o total abandono nas obras do VLT do Subúrbio e cobrou do governo do Estado que apresente pelo menos um novo cronograma para a população. Os trens do Subúrbio deixaram de funcionar em fevereiro de 2021 e, desde então, os moradores ficaram sem uma alternativa de transporte semelhante.

“Com quase um ano e meio do fim da operação dos trens, o governo do Estado sequer consegue apresentar um novo prazo e dizer quando o VLT ficará pronto. Aliás, o silêncio e a omissão sobre o assunto têm sido a tônica do governo, que não enviou representantes a nenhuma das audiências públicas que promovemos sobre o assunto no Centro de Cultura da Câmara”, afirmou o vereador.

Tinoco lamentou ainda que a gestão estadual use como justificativa para o atraso a pandemia da Covid-19. “Afinal de contas, quando os trens deixaram de funcionar, já estávamos com praticamente um ano de pandemia. Seria uma obrigação do governo refazer o cronograma e ter se ajustado a essa nova realidade”, disse. “O projeto original previa um trecho de dois quilômetros no segundo semestre deste ano. Em vez disso, o que vemos ainda são canteiros de obra e mato”, acrescentou.

Em março, Tinoco e o vereador Orlando Palhinha (União Brasil) solicitaram que o Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA) investigue possíveis infrações de ordem financeira e orçamentária, além de improbidade administrativa, na obra do VLT do Subúrbio.

 

 

Foto: Divulgação