DADOS DE INFRAESTRUTURA INDICAM VOLTA DA ATIVIDADE ECONÔMICA AO NÍVEL PRÉ-PANDEMIA

DADOS DE INFRAESTRUTURA INDICAM VOLTA DA ATIVIDADE ECONÔMICA AO NÍVEL PRÉ-PANDEMIA

Indicadores de infraestratura – energia, transportes, telecomunicações e óleo e gás – mostram que a atividade econômica brasileira estaria retornando ao nível pré-pandemia. A conclusão é da Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a entidade, 10 dez dos 15 indicadores do Relatório Mensal de Infraestrutura apresentaram alta na edição relativa ao consolidado do primeiro trimestre. “Os dados revelam uma recuperação dos efeitos da paralisação econômica e social ocasionados pela pandemia, ainda que desigual, e mudanças de comportamento dos consumidores, como o aumento do consumo residencial de energia e internet”, avalia a CNI.

De acordo com levantamento, divulgado nesta quarta-feira (1º), o maior aumento ocorreu no transporte aéreo de passageiros (57%). No comparativo entre o primeiro trimestre deste ano e o igual período do ano passado, também se destacam o crescimento do consumo aparente de petróleo (16%) e do transporte de cargas aéreas (14%). Os outros itens que tiveram aumento de demanda foram: acessos à internet fixa (11%), transporte ferroviário de mercadorias gerais (9%), acessos à internet móvel (8%), consumo comercial de energia elétrica (6,6%), produção nacional de gás natural (6,4%), tráfego total em rodovias pedagiadas (6%) e consumo residencial de energia elétrica (1%).

Na direção oposta, apresentaram queda no primeiro trimestre a movimentação de carga no transporte marítimo – 4% na navegação de cabotagem e de 3% no longo curso -, transporte ferroviário de minério de ferro (-9%), tráfego de caminhões em rodovias pedagiadas (-3%) e consumo industrial de energia elétrica (- 1,1%).

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado