SALVADOR SEGUE ALERTA AOS FOCOS DO AEDES AEGYPTI

SALVADOR SEGUE ALERTA AOS FOCOS DO AEDES AEGYPTI

O dia ainda estava longe de amanhecer quando as equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) se preparavam para mais uma ação de combate ao Aedes aegypti na ilha de Bom Jesus dos Passos. Por volta das cinco horas da manhã, após percorrer um trajeto de quase uma hora de carro e realizar a travessia de barco, os agentes de combate às endemias iniciaram o trabalho com a UBV Costal (aplicação de inseticida) pelas ruas da comunidade.

A ação realizada na manhã desta quinta-feira (26), na ilha de Bom Jesus, faz parte das intensificações deflagradas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para diminuir os riscos da disseminação da dengue, zika e chikungunya. A mobilização acontece simultaneamente em diversas localidades da cidade, sobretudo, nas regiões consideradas de maior vulnerabilidade para infestação do mosquito.

De acordo com a diretora de Vigilância à Saúde (Visa), Andréa Salvador, os cuidados com a proliferação do Aedes devem ser redobrados nesse momento, uma vez que várias regiões do país estão apresentando um cenário epidemiológico de surto das arboviroses.

Números – De janeiro a maio deste ano, a SMS notificou 362 casos de arboviroses na cidade, uma redução de 37% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram registradas 576 ocorrências dos agravos no município. No total, foram 270 casos de dengue, 83 de chikungunya e nove de zika.

 

Foto:  Bruno Concha/Secom