ATAQUE DO VITÓRIA AINDA NÃO MARCOU COM FABIANO SOARES

ATAQUE DO VITÓRIA AINDA NÃO MARCOU COM FABIANO SOARES

O ataque do Vitória sem dúvidas é o maior problema que o time enfrenta. Diante do Botafogo-PB, mais dois jogadores foram testados no setor. Rafinha e Thiaguinho estrearam com a camisa rubro-negra e não conseguiram ser efetivos e o Leão perdeu por 1×0, no Barradão.  Nenhum atacante do Vitória marcou gol desde que Fabiano Soares assumiu o time. Sob o comando dele, o rubro-negro só balançou a rede uma vez em quatro jogos disputados. O tento foi anotado pelo zagueiro Marco Antônio, no triunfo por 1×0 contra o Manaus, no Barradão, na 4ª rodada da Série C, em 30 de abril, na estreia do treinador. De lá pra cá, o Leão passou em branco contra Aparecidense, Fortaleza e Botafogo-PB.

Nos quatro jogos à frente do Vitória, Fabiano Soares mandou a campo oito atacantes: Jefferson Renan, Alisson Santos, Luidy, Roberto, Santiago Tréllez, Guilherme Queiroz, Thiaguinho e Rafinha. Alisson Santos foi quem mais ganhou oportunidades. Foi escalado entre os titulares em três partidas e entrou no decorrer de outra. Mais jovem entre eles, o prata da casa de 19 anos foi o último atacante do elenco a balançar a rede. O feito aconteceu há 40 dias. Ele marcou o primeiro gol da carreira profissional na derrota por 2×1 para o Remo, na estreia da Série C, no estádio Baenão, em 9 de abril, quando o Vitória ainda era treinado por Geninho.

Entre o gol de Alisson Santos, sob o comando de Geninho, e o de Marco Antônio, já com Fabiano Soares, teve o anotado por Guilherme Lazaroni, na derrota por 2×1 para o Ypiranga-RS, no estádio Colosso da Lagoa, em Erechim. Na ocasião, o auxiliar Ricardo Amadeu atuou como técnico interino. O Vitória balançou a rede apenas 13 vezes em 19 jogos disputados na temporada. Destes, só cinco foram anotados por atacantes. Luidy marcou duas vezes. Guilherme Queiroz, Roberto e Alisson Santos só encontraram o caminho do gol em uma oportunidade.  Fabiano Soares só não utilizou dois dos 10 atacantes disponíveis no elenco, o prata da casa Ruan Nascimento, 21 anos, e o centroavante Dinei, 38. O primeiro foi relacionado apenas uma vez, para o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Fortaleza, mas não foi acionado.

Dinei também só foi convocado por Fabiano Soares em uma oportunidade, na estreia do técnico contra o Manaus, mas também não deixou o banco. Para o treinador, o centroavante não apresenta a intensidade que o time precisa. “O Dinei tem uma história bonita no futebol. Ele antecipou sua recuperação em um mês e meio ou dois meses. Quando ele tiver apto para treinar com a intensidade que merecemos, ele vai ter chances, claro, mas enquanto não conseguir isso, ele terá que esperar. Ou será opção no banco”, avisou Fabiano Soares.

Ídolos do Vitória e donos de atuação marcante no passado, Dinei e Santiago Tréllez foram contratados para agregar experiência a um elenco recheado de atletas da base, mas não conseguiram se firmar. Assim como Dinei, o colombiano, 32 anos, ainda não marcou gol. Ele entrou em campo em oito jogos, quatro deles como titular. Destas partidas, três foram sob o comando de Fabiano Soares. Com suspeita de lesão, não esteve à disposição no último jogo. Na avaliação de Fabiano Soares, Dinei não é o único atacante que ‘precisará esperar’. Por motivos diferentes, ele pensa o mesmo sobre Thiaguinho. Destaque do Atlético de Alagoinhas na conquista do título baiano, o jogador de 28 anos foi contratado pelo Vitória no começo de abril juntamente com os meias Dionísio e Miller, mas só estreou na última quarta-feira.

“O Thiaguinho está chegando no clube, que tem uma camisa muito pesada. Tem que começar a ganhar minutos para se curtir como jogador do Vitória. Ele tem qualidade e por isso está aqui, mas ainda está verde para jogar em uma situação que o time está lá embaixo e que a torcida está apertando. Terá que esperar, mas os treinamentos estão sendo bons. Alguns detalhes do que vimos, se vê que ele tem qualidade. Vai depender dele se ele conseguirá ser titular, mas só ele que tem que demonstrar”, afirmou Fabiano Soares.

Quem já não aguenta esperar por uma reação é o torcedor rubro-negro. Com apenas quatro pontos, o Vitória amarga a zona de rebaixamento da Série C, na 18ª colocação. O rubro-negro volta a entrar em campo no domingo (22), às 17h, contra o Confiança, no Barradão. A partida da 7ª rodada da Série C será a segunda seguida como mandante na competição. Quem for escolhido por Fabiano Soares para formar o ataque vai precisar encontrar o caminho do gol para fazer a alegria da galera da arquibancada.

Os atacantes do elenco do Vitória:

  • Dinei
  • Tréllez
  • Guilherme Queiroz
  • Roberto
  • Luidy
  • Jefferson Renan
  • Alisson Santos
  • Thiaguinho
  • Rafinha
  • Ruan Nascimento

Os artilheiros do Vitória em 2022:

  • Eduardo, Luidy, Jadson (2), Guilherme Queiroz, Mateus Moraes, Roberto, Alisson Santos, Guilherme Lazaroni, Marco Antônio e Alisson Cassiano (1)

As informações são do Jornal Correio

Foto: ARISSOM MARINHO / CORREIO