WAGNER DIZ QUE ACM NETO TENTOU ACORDO COM LULA

WAGNER DIZ QUE ACM NETO TENTOU ACORDO COM LULA

O senador Jaques Wagner (PT) afirmou que o pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto (União Brasil), enviou um emissário para tentar um acordo com o ex-presidente Lula (PT). O pacto político seria que não houvesse agressões entre eles na campanha eleitoral, a fim de evitar que ambos percam votos. O enviado seria o deputado federal Arthur Maia (União Brasil).  O ex-ministro confirmou a versão de Wagner, e disse “sim, é verdade”. Maia, no entanto, disse que “jamais” foi enviado pelo ex-prefeito soteropolitano para tentar um pacto de não agressão. Depois, o deputado federal disse: “Todos os dias falo com dezenas de políticos, de todos os partidos. Isso não é nenhuma novidade, é o cotidiano da atividade política. Mas nunca tratei de nenhum assunto relacionado a ACM Neto com o Zé Dirceu”.

ACM Neto negou que tenha enviado um emissário para tentar um acordo político. “Não teve qualquer iniciativa minha”, garantiu ele. As sondagens de opinião mostram que a força política do ex-presidente Lula interfere no cenário eleitoral baiano. Quando o eleitor sabe que o pré-candidato do PT ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues, tem o apoio do ex-presidente Lula, ele sobe para 34% das intenções de votos. Sem apoio, o petista tem apenas 6% das intenções de votos. Já João Roma, como o apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL), tem 10%. ACM Neto, sem qualquer tipo de apoio, tem 47% das intenções. Brancos e nulos somam 10%.

“O jogo está jogado. O Lula tem um time aqui, em Minas e etc. O time de Lula aqui é o nosso, que sempre fizemos campanha para ele. Quem fez não foi o ex-prefeito. Agora, ele está sentindo dificuldade dele, porque a eleição está só começando. Quando bota Jerônimo, com apoio de Lula e Rui, ele já pontua mais do que o ex-prefeito. Vai ser assim. Eu fui assim, Rui fez assim. Por isso, ele anda no desespero dizendo que está próximo. Gozado porque tem pouco tempo que ele subiu na tribuna para dizer que ia dar uma surra no presidente Lula. Tá lá registrado”, afirmou Wagner.

Presidente do PT na Bahia, Éden Valadares diz que os números comprovam que a eleição na Bahia será nacionalizada. “Não adianta o ex-prefeito de Salvador tentar fugir das eleições nacionais, do debate sobre os rumos do Brasil, pois essa é a chave para o voto, é a principal questão hoje no país e na Bahia também. Não é ele quem decide, e os números desta pesquisa atestam isso”, declarou.(TB)

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil