DESEMPENHO DA INDÚSTRIA MINERAL NO PAÍS CAI NO 1º TRIMESTRE

DESEMPENHO DA INDÚSTRIA MINERAL NO PAÍS CAI NO 1º TRIMESTRE

A indústria mineral no Brasil experimentou uma queda de desempenho no primeiro trimestre de 2022. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 26, pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), entidade que representa as maiores empresas do setor em atividade no país. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a produção, de 200 milhões de toneladas, caiu 13%, e o faturamento, de R$ 56,2 bilhões, encolheu 20%. As exportações fecharam com redução de 22,8%.

Segundo o Ibram, dois fatores tiveram contribuição importante para o novo cenário, já que os últimos balanços trimestrais do setor registraram alta de produção e faturamento. O primeiro está relacionado com a China, principal compradora dos minérios do Brasil. Nos três primeiros meses do ano, as exportações para o país asiático caíram 31% na comparação com o mesmo período do ano passado. Em relação ao último trimestre de 2021, a queda é de 29%.

Outro fator que exerceu forte influência no desempenho do setor foram as chuvas torrenciais ocorridas em janeiro em Minas Gerais. Em algumas localidades, foram registrados mais de 200 milímetros em apenas dois dias. Diversas unidades operacionais foram paralisadas por precaução ou para realização de manutenção, impactando na produção. O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) recomendou intervenção preventiva em 18 estruturas.

 

Foto: ABR