LOJISTAS CONTESTAM ACORDO E VENDAS DO COMÉRCIO DE SALVADOR

LOJISTAS CONTESTAM ACORDO E VENDAS DO COMÉRCIO DE SALVADOR

Por Redação

Em entrevista ao Bahia Econômica, o presidente do Sindicato dos Lojista do Comércio do Estado (Sindilojas-BA), Paulo Motta, contesta o anúncio de crescimento de 5% das vendas dos comerciários de Salvador, durante o feriado da semana santa (veja aqui). Para o presidente, apenas alguns setores tiveram avanço no período.

Ainda segundo Motta, o acordo com o Sindicato dos Comerciários de Salvador para a abertura de estabelecimentos no período da semana santa foi “bizonho” e prejudicou 120 mil trabalhadores do setor que estão sem convenção até o momento.

“O crescimento ficou restrito para as empresas de nível nacional que fizeram acordos individuais com o Sindicato dos Comerciários. Mas não existe esse crescimento de 5% geral. Os setores de chocolates e brinquedos tiveram uma melhor posição nesse período de feriado. A projeção do sindicato dos lojistas é de crescimento zero”, afirma Motta.

 

Foto: Reprodução/Divulgação