terça, 18 de junho de 2024
Euro 5.8356 Dólar 5.4426

GIL TOMA POSSE DA CADEIRA 20 NA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS

Redação - 08/04/2022 11:40

Esta sexta-feira (7) é o marco inicial de um ano especialíssimo para Gilberto Gil. Às 21h, acontecerá a posse dele na cadeira número 20 da Academia Brasileira de Letras, para a qual ele foi eleito em novembro do ano passado. A posse será no Salão Nobre da instituição. Além disso, o compositor baiano está entre os grandes artistas brasileiros que estão celebrando seus 80 anos agora em 2022, o que lhe dará direito a uma série de homenagens, como a que receberá em breve, no Rock in Rio.

Quando foi eleito – com 21 de 34 votos possíveis -, Gil chamou a atenção para o olhar que a Academia tem dedicado mais recentemente à diversidade, especialmente pelo fato dele ser negro:

“A Academia está dando um recado que o Brasil é diverso. Nos campos de representação da vida cultural, a presença dos negros ainda é pequena. A sociedade é um diálogo entre quem trabalha no establishment e quem está no trabalho diário de dinamização da vida. É um diálogo entre esses dois campos, uma seta no passado e uma seta no futuro”, disse ao jornal O Globo o sucessor do advogado e jornalista Murilo Melo Filho (1928-2020).

Além de ser negro, Gil é músico, o que também torna sua eleição particular, já que a Academia tem mais propensão a escolher escritores com livros publicados para ocuparem suas cadeiras. No mês passado, outra artista não ligada estritamente às letras, a atriz Fernanda Montenegro, tomou posse da cadeira 17, aos 92 anos.  Fernanda é apenas a nona mulher a sentar numa cadeira da Academia, que completa 125 anos de fundação em julho deste ano.

Hoje, são apenas cinco mulheres na instituição, considerando que uma das ocupantes, Lygia Fagundes Telles, morreu nesta semana aos 103 anos – a idade real foi revelada ontem, em vez de 98, como foi divulgado antes.

E é Fernanda Montenegro que irá colocar em Gil o colar da Academia, depois de o novo imortal ser recebido por Antonio Carlos Secchin. O músico baiano receberá ainda sua espada, das mãos de Arnaldo Niskier e o diploma será entregue pelo cineasta Cacá Diegues. A comissão de entrada será formada por Nélida Piñon, Rosiska Darcy de Oliveira e Antonio Cicero Correia Lima; a comissão de saída, por Carlos Nejar, Joaquim Falcão e Zuenir Ventura. A cerimônia será transmitida no YouTube, no canal da ABL, a partir das 21h.

 

80 ANOS

Ao lado de outras grandes estrelas da música brasileira, como Paulinho da Viola e Caetano Veloso, Gil está completando 80 anos de idade em 2022, no dia 26 de junho. E os soteropolitanos vão poder antecipar a festa de aniversário comemorando com ele, nos dias 29 e 30 deste mês, quando o acadêmico traz para Salvador o show Gil in Concert.

Vão acompanhar o músico no palco seus filhos Bem Gil (violão e guitarra), José Gil (bateria e percussão) e seus netos João Gil (violão e baixo) e Flor Gil (teclados e vocais), além do baterista Marcelo Costa. Após a passagem da turnê na Europa em 2021, em 18 cidades de países como França,

Alemanha, Suécia e Portugal, é a vez do público brasileiro conhecer o espetáculo.

No Rock in Rio, no dia 4 de setembro, Gil terá uma festa à altura de sua importância para a música brasileira. Ele será a principal atração no Palco Sunset, num show dirigido por Bem, o filho que nasceu um dia depois do show do pai, na primeira edição do mesmo festival, em 1985. “Flora com uma barrigona, já prestes a ter neném. Saímos ali, depois do show, praticamente diretamente para o hospital, para a maternidade. Nasceu o Bem. São 37 anos”, disse o cantor ao Jornal Nacional.

A repórter, em referência à canção Palco, um dos clássicos de Gil, perguntou se a alma dele ainda “cheira a talco” quando ele sobe no palco.

“Sim, como um bumbum de bebê (risos). Acho que vai ser a vida toda assim. É muito gratificante tudo isso e simboliza mesmo um engajamento de uma vida dedicada à música”.

O diretor artístico do Rock in Rio, Zé Ricardo, justificou a homenagem: “80 anos do Gilberto Gil é 80 anos de um músico que influenciou toda uma geração. Ele é trilha sonora de toda uma geração. E o palco Sunset está fazendo essa homenagem a ele; que não é um show de homenagem, é o palco inteiro o homenageando”.

Foto: Instagram

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.