APESAR DE RECUO NACIONAL, BAHIA TERÁ COLHEITA RECORDE DE GRÃOS

APESAR DE RECUO NACIONAL, BAHIA TERÁ COLHEITA RECORDE DE GRÃOS

A Bahia deve alcançar uma colheita de 11,1 milhões de toneladas de grãos, entre cereais, leguminosas e oleaginosas, em 2022. A previsão foi divulgada nesta quinta-feira, 7, pelo IBGE. O número representará novo recorde, superando em 5,9% o total apurado no ano passado. No levantamento, a safra é considerada de janeiro a dezembro do mesmo ano. O resultado ocorre em momento de recuo da previsão nacional para a colheita de grãos, mas com a manutenção de resultados recordes (veja aqui).

Na terceira estimativa do ano do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LPSA), houve uma nova revisão positiva na previsão anual da safra de grãos no estado, na passagem de fevereiro para março (+2,1% ou mais 223.663 t).

O resultado foi puxado pelo milho 2ª safra (+18,2% ou mais 100 mil toneladas entre um mês e outro) e pela soja (+1,4% ou mais 100 mil toneladas). Também contribuíram para o resultado, o algodão herbáceo (+2,1% ou mais 28.955 t) e a mamona (+18,8% ou mais 6.000 t).

Segundo os dados do IBGE, a Bahia seguirá em 2022 com a sétima maior produção de grãos do país (4,3% do total nacional). A soja é o produto com maior volume colhido dentre todos os pesquisados, com previsão de recorde anual de 7,080 milhões de toneladas.

 

Foto: Reprodução/GOV.BA