BAHIA VAI SER REBAIXADA NA AGÊNCIA NACIONAL DE MINERAÇÃO

BAHIA VAI SER REBAIXADA NA AGÊNCIA NACIONAL DE MINERAÇÃO

Embora seja uma das maiores produtoras de minérios do país, a Bahia vai ser rebaixada na estrutura da Agência Nacional de Mineração.  A agência está propondo uma nova estruturação interna que representará um rebaixamento na classificação da Gerência Regional da Bahia, retirando esta gerência do grupo dos 6 maiores estados mineradores, atualmente compostos por Minas Gerais, Pará, Goiás, Mato Grosso, São Paulo, Santa Catarina e Bahia. A votação e aprovação desta proposta se dará na próxima quinta-feira.

Ciente do assunto, o presidente da Companhia Baiana De Pesquisa Mineral – CBPM,  Antonio Carlos Tramm encaminhou ofício ao órgão solicitando a revisão da proposta lembrando que  a Bahia passou a ocupar o terceiro lugar no volume de comercialização de minério no país  e ocupou a segunda posição em número de requerimentos de pesquisa em 2021 ocupou a segunda posição do país, perdendo apenas para o Estado de Minas Gerais

Em contato com o portal Bahia Econômica,  Tram afirmou que a medida não faz sentido já que a expansão da mineração no estado é uma realidade se for concretizada a proposta acarretará atrasos nos requerimentos de pesquisa, na fiscalização e outros expedientes, prejudicando o desenvolvimento econômico e social do Estado da Bahia.