SAFRA DE GRÃOS BAIANA ESTÁ ESTIMADA EM 10,9 MILHÕES DE TONELADAS EM 2022

SAFRA DE GRÃOS BAIANA ESTÁ ESTIMADA EM 10,9 MILHÕES DE TONELADAS EM 2022

Na Bahia, a produção de cereais, oleaginosas e leguminosas está estimada em 10,9 milhões de toneladas (t) em 2022, o que representa um ligeiro crescimento de 3,8% na comparação com a safra 2021. O resultado foi o maior da série histórica do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do IBGE, relativo a fevereiro e divulgado nesta quinta-feira, 10.

Em relação ao levantamento do mês anterior, houve uma variação positiva de 2,9 pontos percentuais. As áreas plantada e colhida ficaram ambas estimadas em 3,35 milhões de hectares (ha), o que corresponde, nas projeções do IBGE, a uma expansão de 4,5% na comparação anual. Dessa forma, o rendimento médio (3,26 t/ha) da lavoura de grãos no estado manteve-se praticamente estável (-0,7%) na mesma base de comparação.

No levantamento atual, os dados do IBGE para a safra de soja foram revisados para cima, revertendo a estimativa anterior de queda da produção desta oleaginosa no estado. Assim, a lavoura da soja poderá alcançar em torno de 7,0 milhões de toneladas, 2,1% acima daquela verificada em 2021, podendo atingir volume recorde pelo terceiro ano consecutivo. A área plantada com a oleaginosa está projetada em 1,79 milhão de hectares, 5,3% superior ao observado em 2021.

O levantamento ainda indica uma produção de 856,3 mil toneladas de mandioca, 0,6% inferior à de 2021. A produção de batata-inglesa, estimada em 354 mil toneladas, apresenta recuo de 8,5%, e a do tomate, estimada em 178 mil toneladas, aponta queda de 14,5% na comparação com o ano passado. No ciclo atual, a perspectiva é que a produção total de feijão alcance 244 mil toneladas, o que representa avanço de 28,9% na comparação com a safra 2021.

 

Foto: Mateus Pereira / Gov Ba