terça, 25 de junho de 2024
Euro 5.8267 Dólar 5.3936

PROJETOS PARA AJUDAR AMAZÔNIA PODEM RECEBER AJUDA

Redação - 20/02/2022 18:00

Os projetos em blockchain que pretendem ajudar a Amazônia poderão ganhar até R$ 30 milhões, devendo ser propostas de empresas. O edital foi anunciado em evento que contou com a participação do Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Marcos Pontes. O objetivo do novo edital é fomentar o uso de tecnologias disruptivas para melhorar a bioeconomia da Amazônia, região estratégica e de alto valor para o Brasil.

Em um evento sediado pela Suframa, com a presença de Marcos Pontes, a tecnologia blockchain ganhou mais um destaque em uma iniciativa governamental no Brasil. No país, vale lembrar, essa tecnologia já é regulada como de interesse nacional no âmbito da estratégia de Governo Digital. O evento que contou com o ministro divulgou o edital “Bioeconomia e Transformação Digital na Amazônia”. Serão destinados R$ 30 milhões para apoiar projetos de fomento à bioeconomia e à transformação digital executados por empresas sediadas na Região Norte.

A Suframa, que gerencia a Zona Franca de Manaus, lembrou que esse modelo completa 55 anos no dia 28 de fevereiro, um projeto que se mostra de bastante êxito. Mesmo assim, os esforços pela inovação devem continuar e o novo edital chega para reforçar a inovação da região. No caso do edital de R$ 30 milhões, ele será divido em duas rodadas de R$ 15 milhões cada, com as inscrições sendo divididas, sendo a primeira até 8 de março, e a segunda até 29 de julho.

Empresas que trabalham com blockchain, inteligência artificial, IOT, manufatura aditiva e robótica avançada estão convidadas a participar do edital em busca de financiamento. Esse edital já está disponível no portal da Finep para consultas. No final da solenidade, o Ministro Marcos Pontes citou o presidente Jair Bolsonaro e o que o governo vê de potencial em uma das áreas mais ricas de biodiversidade do planeta.

Foto: divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.