MARÍLIA MENDONÇA: JUSTIÇA ANALISA PARTILHA DE BENS

MARÍLIA MENDONÇA: JUSTIÇA ANALISA PARTILHA DE BENS

A partilha de bens da cantora Marília Mendonça, morta aos 26 anos em um acidente aéreo em novembro do ano passado, começou a ser discutida no Tribunal de Justiça de Goiás. A análise da herança corre em segredo de Justiça na 1ª Vara de Sucessões de Goiânia, desde o fim do mês passado. A informação é do jornal O Globo.

Marília Mendonça deixou um filho que completou 2 anos um mês após sua morte, fruto do relacionamento com o cantor Murilo Huff. Léo completou dois anos em 16 de dezembro do ano passado e é o herdeiro natural da cantora.

Como Léo é menor de idade, mesmo sendo o titular da herança, a administração do dinheiro não será feita por ele pelos próximos 16 anos. E como Huff não era casado com a artista, Léo está sob guarda compartilhada, dividido entre os cuidados do pai e da avó materna, Ruth Moreira.

A família continua recebendo pelos direitos autorais das composições da artista e, por isso, seu patrimônio não para de crescer. Músicas inéditas de parceiros musicais da cantora ainda estão para serem lançadas, como é o caso de uma colaboração com Naiara Azevedo. A sertaneja divulgou uma canção inédita ao cantá-la dentro da casa do Big Brother Brasil 22.

Foto: Instagram