ARRECADAÇÃO FEDERAL SOMA R$ 1,87 TRILHÃO E BATE RECORDE EM 2021

ARRECADAÇÃO FEDERAL SOMA R$ 1,87 TRILHÃO E BATE RECORDE EM 2021

A recuperação da economia e os impostos sobre lucros e rendimentos garantiram arrecadação recorde em 2021. Segundo números divulgados nesta terça-feira, 25, pela Receita Federal, o governo federal arrecadou R$ 1,879 trilhão no ano passado, crescimento de 17,36% em relação ao registrado em 2020, descontada a inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Segundo o Prisma Fiscal, pesquisa mensal com analistas de mercado divulgada pelo Ministério da Economia, as instituições financeiras estimavam arrecadação de R$ 1,864 trilhão em 2021.

Depois de desacelerar em novembro, a arrecadação cresceu em dezembro, somou R$ 193,902 bilhões no mês. Isso representa alta de 10,76% em relação ao registrado em dezembro de 2020, também descontada a inflação.

Impulsionou a arrecadação em 2021 o recolhimento extraordinário de R$ 40 bilhões em Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e na Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) em 2021. Isso aconteceu pelo fato das empresas receberem lucros maiores que o previsto no ano passado, pagando  impostos extras nas declarações de ajuste.

 

Foto: José Cruz/ Agência Brasil