‘FIZEMOS UM JOGO SATISFATÓRIO’, AVALIA DADO CAVALCANTI

'FIZEMOS UM JOGO SATISFATÓRIO', AVALIA DADO CAVALCANTI

O Vitória não fez uma grande exibição na estreia do Campeonato Baiano. Neste domingo (16), o rubro-negro apenas empatou em 1×1 com a Juazeirense, no Barradão. Após a partida, o técnico Dado Cavalcanti lamentou o empate, mas avisou que os jogadores ainda vão mostrar mais futebol quando estiverem melhor condicionados e entrosados.

“Hoje ninguém estreou 100%. Vários jogadores bem abaixo do que eles vão render durante a temporada. Por todos esses motivos, entendo que fizemos um jogo satisfatório”, pontuou Dado Cavalcanti após o jogo. Na opinião do treinador, o curto tempo de preparação e o surto de covid-19 que o clube enfrenta prejudicaram o desempenho do time na estreia do estadual.

“Não foram nem 12 dias e gente acabou interrompendo nossa preparação no surto de covid para ter um controle maior. A gente resolveu tirar uma sessão de treino e mudou a estratégia. Se levarmos em consideração que os jogadores chegam e vão fazer exames, posso dizer que a gente não teve no campo nem 10 dias de preparação para esse jogo”, explicou o treinador.

Sete jogadores – o goleiro Caíque, os zagueiros Mateus Moraes e Carlos, o volante Alan Santos e os atacantes David, Dinei e Jefferson Renan – testaram positivo para covid-19, foram isolados e não ficaram à disposição para o jogo contra a Juazeirense. Além deles, 11 integrantes da comissão técnica do clube também foram infectados pela doença.

“Talvez o surto de Covid-19 tenha nos atrapalhado mais porque foi algo que não esperávamos. O pouco tempo de trabalho já sabíamos que iríamos ter, consequentemente, a questão física dos nossos atletas também era esperado. (…) A perspectiva de jogar com três jogadores diferentes do que estreamos hoje muda um pouco a caracterização da equipe de uma forma muito significativa. A ausência de outras opções de banco para entrar, fazer parte do jogo, também nos deixa um pouco mais enfraquecido”, avaliou Dado Cavalcanti.

Apesar das falhas e do resultado, Dado Cavalcanti enumerou o que mais o agradou na partida diante da Juazeirense. “Tem vários aspectos positivos. Lógico que o resultado não é o que a gente queria. Queríamos estrear vencendo. Porém posso falar da atuação do setor defensivo. Jadson conseguiu finalizar o jogo e com nível de atuação satisfatório. Tivemos mais agressividade no primeiro tempo, é lógico. O setor de meio com quatro peças, sendo dois volantes e dois meias, contribuíram demais. Obviamente o desgaste traz uma perda de rendimento, e uma perda natural. Mas fica a minha ressalva em relação a esses pontos positivos que tivemos. Fomos agressivos, jogadores se dedicaram ao extremo, foram até onde dava, deram o seu 100%. Precisamos dessa agressividade em todos os jogos que iremos fazer na temporada”, afirmou o comandante rubro-negro.

O Vitória só volta a campo no próximo domingo (23), às 16h, quando o rubro-negro visita o Barcelona de Ilhéus, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana, pela segunda rodada do Campeonato Baiano. “Vamos ganhar mais uma semana boa, uma semana cheia. Além de recuperar os atletas mais cansados, porque terminaram extenuados o jogo, vamos ganhar um pouquinho de tempo para condicioná-los e fazer um jogo melhor na próxima rodada”, projetou Dado Cavalcanti.

Foto: PIETRO CARPI / ECVITÓRIA