PRODUÇÃO INDUSTRIAL BAIANA CAI 15,7% E TEM PIOR RESULTADO DO PAÍS

PRODUÇÃO INDUSTRIAL BAIANA CAI 15,7% E TEM PIOR RESULTADO DO PAÍS

A produção industrial da Bahia caiu em novembro, -1,7%, na comparação com o mês anterior, feita com ajuste sazonal. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal (PIM-PF) Regional do IBGE e foram divulgados nesta sexta-feira 14. O resultado do setor, no estado, também seguiu negativo em relação a novembro de 2020, com queda de 15,7%. Foi o pior dos 15 locais pesquisados.

Segundo o IBGE, a Bahia foi afetada pelos setores de veículos automotores, reboques e carrocerias, metalurgia e de celulose, papel e produtos de papel. Com isso, o estado segue com os piores índices do Brasil no acumulado no ano de 2021, frente ao mesmo período de 2020 (-13,4%), e nos 12 meses encerrados em novembro (-12,3%). Em ambos os indicadores, os resultados estão bem abaixo dos apresentados pela indústria nacional (4,7% e 5,0%, respectivamente).

O recuo na produção industrial da Bahia na comparação com novembro de 2020 (-15,7%) se deu exclusivamente pela 11ª  queda seguida na indústria de transformação (-16,4%). A produção da indústria extrativa apresentou estabilidade no mês (0,0%).

Na indústria de transformação, houve retrações em segmentos como o de fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (-96,3%) e metalurgia (-40,5%). As duas atividades tiveram as quedas mais acentuadas da análise geral de 11 atividades.

A fabricação de veículos apresentou sua sexta queda consecutiva e mantém o pior desempenho no acumulado em 2021, no estado (-94,8%). Já a metalurgia teve a terceira retração seguida e também mostra resultado negativo no ano (-13,9%).

 

Foto: Reprodução