CIRO NOGUEIRA CONSIDERA ‘ILUSÃO DE ÓTICA’ LULA LIDERAR PESQUISAS

CIRO NOGUEIRA CONSIDERA ‘ILUSÃO DE ÓTICA’ LULA LIDERAR PESQUISAS

As últimas pesquisas eleitorais em que Lula aparece à frente do presidente Jair Bolsonaro (PL) foram consideradas “ilusão de ótica” pelo atual ministro da Casa Civil e ex-aliado do petista Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Nogueira. Segundo ele, a moderação do discurso do petista, consubstanciada, por exemplo, na formulação de uma possível aliança com o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, não é real.

“A pesquisa eleitoral desta semana mostra a disputa entre uma ilusão de ótica e o presidente Bolsonaro. Hoje parece que o Lula está mais próximo à democracia cristã alemã do que à presidente Dilma; ao Macron do que ao José Dirceu; até ao Geraldo Alckmin do que ao João Vaccari. E isso a gente sabe que não é verdade. Na campanha eleitoral, a ilusão de ótica vai deixar de existir e nós vamos ver a realidade. Isso vai facilitar muito a reeleição do presidente Bolsonaro”, disse à CNN.

As recentes pesquisas sobre o cenário brasileiro em outubro deste ano apontam Lula com uma vantagem de 22% sobre o atual presidente. Assim, os números mostram o candidato do PT com chance de vencer as eleições ainda no primeiro turno. Houve um tempo em que o atual ministro da Casa Civil também aderia ao que atualmente chama de “ilusão de ótica”. Ciro Nogueira, em 2018, elegeu-se com a imagem do ex-presidente Lula, apoio ao PT no Piauí, estado ao qual pertence, e com críticas a Bolsonaro. Ele era o candidato a senador na chapa que elegeu o atual governador do Piauí, o petista Wellington Dias.

Nogueira entrou no governo em agosto do ano passado para assumir o Ministério da Casa Civil e substituir o general Luiz Eduardo Ramos, que está na Secretaria-Geral da Presidência da República.

Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado