PDT NÃO PRESSIONARÁ ACM NETO PARA INTEGRAR CHAPA, DIZ FÉLIX

PDT NÃO PRESSIONARÁ ACM NETO PARA INTEGRAR CHAPA, DIZ FÉLIX

Presidente do PDT na Bahia e deputado federal, Félix Mendonça Júnior disse que seu partido não fará pressão ao pré-candidato ao Governo do Estado, ACM Neto (DEM/União Brasil), para integrar a chapa. O PDT tem um pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes, que aparece em quarto lugar nas pesquisas de intenções de votos. No entanto, este não seria um problema para ACM Neto, segundo Félix. “(Ele) Vai ter um palanque múltiplo. Se tiver uma chapa majoritária com ACM Neto, e ter um candidato (a presidente) do União Brasil, vai ter um palanque para o União Brasil. Se tiver um Republicanos, vai ter um palanque para o Republicanos. Se tiver do PDT, vai ter um palanque do PDT. Então, ele não vai fixar com um. É natural”, disse Félix em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, publicada nesta segunda-feira, 27.

A possibilidade de diálogo com diversos partidos que terão representantes na corrida eleitoral, segundo Félix, é parte da estratégia de ACM Neto. “Desde o início das conversas com o PDT, ele não mudou a conversa. Ele sempre disse a possibilidade de termos aqui na Bahia um palanque múltiplo para presidente”. Pré-candidato a deputado federal ao lado do correligionário Leo Prates, Félix minimizou a posição atual em que se encontra o ex-juiz federal e ex-ministro Sérgio Moro, na terceira colocação da disputa presidencial, a frente de Ciro Gomes. “Eu não vejo ainda consolidação [de Moro]. Eu vi alguém falando que, quando sai um nome aí, é como jogar um sonrisal. Faz aquela espuma e depois acomoda. Então, vamos analisar um pouco mais para frente, ainda está muito cedo”, disse.

Foto: divulgação