NASA VAI LANÇAR SUCESSOR HUBBLE COM 7 ANOS DE ATRASO

NASA VAI LANÇAR SUCESSOR HUBBLE COM 7 ANOS DE ATRASO

A NASA anunciou um novo atraso no lançamento do telescópio espacial James Webb, devido a “más condições meteorológicas”. Apresentado como o sucessor do Hubble, lançado a mais de 30 anos, o mais potente telescópio jamais construído deverá partir amanhã, dia 25, do centro espacial de Kourou, na Guiana Francesa.

Primeiramente, o telescópio estava programado para decolar no fim de Outubro. Depois, a NASA decidiu alterar a data para 18 de Dezembro. No entanto, uma falha num cabo de transmissão de dados do foguetão precisou ser corrigida, o que acabou adiando a missão para o dia 22. No último sábado, porém, foi anunciado que o lançamento teria a data modificada novamente – dessa vez, para o dia 24. E, agora, ficou para o sábado (25) – caso não surjam problemas até lá.

O telescópio é o fruto de 20 anos de desenvolvimento e perto de 10 mil milhões de dólares investidos. O James-Webb será lançado a bordo de um foguetão Ariane 5, mas a sua dimensão obrigou a uma complicada “ginástica”. O posicionamento do telescópio em órbita será uma das operações mais complicadas de sempre para a NASA e serão precisas várias semanas para que o James-Webb fique operacional.

Contrariamente ao Hubble, estacionado numa órbita a 570 quilómetros da Terra, o James-Webb vai orbitar o Sol, a 1,5 milhões de quilómetros da Terra, numa posição que é conhecida como o Segundo Ponto Lagrange.