SALVADOR REGISTRA ALTA NOS PREÇOS DOS IMÓVEIS RESIDENCIAIS PELO SÉTIMO MÊS CONSECUTIVO

SALVADOR REGISTRA ALTA NOS PREÇOS DOS IMÓVEIS RESIDENCIAIS PELO SÉTIMO MÊS CONSECUTIVO

A cidade de Salvador teve aumento nos preços dos imóveis residenciais pelo sétimo mês consecutivo, segundo o Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R) da  Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), divulgado nesta terça-feira, 21.

Em novembro deste ano, a capital registrou aumento de 1,41% nos preços dos imóveis residenciais, com índice de 10,84% no acumulado dos últimos 12 meses. De acordo com a Abecip, a alta da variação acumulada em 12 meses foi observada para as 10 capitais analisadas pelo IGMI-R da entidade.

Apesar dos resultados, a Abecip pontua que as últimas informações sobre as percepções dos empresários do setor de edificações residenciais, refletidas na Sondagem da Construção Civil do IBRE/FGV, mostram em novembro quedas tanto no Índice de Situação Atual quanto no Índice de Expectativas para o setor.

Para a Abecip, o momento de queda expectativa na construção civil está relacionado com a queda de indicadores da Demanda Prevista e da Tendência Geral dos Negócios, que avalia a temperatura do setor para os próximos três e seis meses, respectivamente. O cenário é puxado pela perspectiva de continuidade de aumentos nas taxas de juros, no contexto de preocupações com a dinâmica do quadro fiscal e fraca recuperação do mercado de trabalho, fatores que afetam os investimentos.

No geral, ainda segundo a análise da entidade, uma desaceleração no ritmo de financiamento de imóveis residenciais pode reduzir a demanda e suavizar o ritmo de elevações dos preços do setor. No âmbito nacional, em novembro, o Brasil registrou aumento de 1,12% nos preços dos imóveis residenciais, com acumulado de 15,76% em 12 meses.

 

 

Foto: reprodução