segunda, 17 de junho de 2024
Euro 5.82 Dólar 5.4259

LIVRO PRISÕES INVISÍVEIS É LANÇADO E MOVIMENTA LEITORES BRASILEIROS E ITALIANOS

Redação - 21/12/2021 17:00

O livro “Prisões Invisíveis: Liberte-se”, da brasileira Eliude Santana, vem movimentando leitores no Brasil e na Itália onde a autora reside há 30 anos. Recém-lançado e disponível nas versões em português e em italiano no Amazon e Clube de Autores, o livro faz uma viagem entre os vários contíguos do universo cósmico e humano e da interconexão entre eles.

Trata-se de um chamado para a consciência individual utilizando os conceitos e a teoria da física quântica. “É um convite para refletir sobre como somos todos interconectados a tudo no universo, sobre a nossa capacidade em fazer escolhas certas ou menos certas e como é possível sair do piloto automático que dirige nossa forma de pensar coletivamente para nos tornar autênticos pensadores” , diz a escritora.

Segundo Eliude Santana, as pessoas acreditam que são livres para pensar, sentir e agir, mas na verdade seguem o fluxo invisível da mente coletiva. “As jaulas – ou prisões mentais – são estruturas rígidas de pensamento, construídas ao longo do tempo, cujas grades são os ensinamentos recebidos, as regras não discutidas, os julgamentos, as expectativas de si mesmo e dos outros”, reflete informando que o livro convida o leitor a compreender os mecanismos que tornam as mentes prisioneiras e como a física quântica demonstra as possibilidades de evolução da consciência e da percepção, através de uma jornada que leva o ser humano a redescobrir e patentear o seu poder, a fazer perguntas apropriadas para cada evento e a se surpreender com o milagre que é a existência, o universo e a vida.

“Muitos se decepcionam quando se esforçam para elaborar pensamentos positivos de vários gêneros, na esperança de grandes realizações, mas não encontram respostas que possam convergir à concretização dos seus desejos. Por que?” questiona, explicando que os ecos do pensamento mágico empurram as pessoas nessa direção ilusória, atribuindo à mente propriedades que não pertencem a este plano superficial de consciência.

“Do ponto de vista do Ser, temos planos diferentes de consciência nos quais nem tudo pode ser encaixado com os desejos da mente. Isso explica porque o ato de pensar positivamente, por si só, não é capaz de mudar o mundo ou fazer realizar sonhos. Um pensamento de um desejo realizável, geralmente parte do nível de consciência comum, onde foi construída a nossa história. Quando entregamos decisões importantes das nossas vidas a esse nível de consciência,  nos arriscamos com frequência ao fracasso”, alerta, explicando que a mente deve ser convidada a se colocar à parte e deixar espaço ao plano da ação que não pertence a ela.

Prisões Invisíveis é o terceiro livro de Eliude Santana, que é graduada em Ciências e em Matemática pela Universidade Federal da Bahia -UFBA. O seu primeiro livro, O Último Dia do Planeta Terra, publicado pela Editora Núcleo, teve tradução italiana – Il Cavaliere delle Nubi – editada pela Nuovi Autori. Por essa obra a escritora recebeu o premio Catania Duomo, concedido pela Accademia Ferdina, Itália. O segundo livro, Deus é Quântico e está no DNA – Revelações, também foi publicado nos idiomas português e italiano. Casada com o italiano Angelo Radice, a escritora recebeu o título Doctor Honoris Causa da Cultura a das Artes da Bahia pela American University – UNI.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.