COM PANDEMIA, SEGURO DE VIDA TEM ALTA RECORDE EM 2021

COM PANDEMIA, SEGURO DE VIDA TEM ALTA RECORDE EM 2021

A pandemia provocou alta recorde na contratação de seguro de vida individual no País, em 2021. A arrecadação de prêmios pelas seguradoras no segmento foi de R$ 8 bilhões de janeiro a setembro, 29% acima de igual período do ano passado. Os dados são da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), divulgados nesta sexta-feira, 17.

Os seguros de vida em grupo tiveram um crescimento menor, cerca de 9% de janeiro a setembro, com R$ 11 bilhões arrecadados. Ao somar as modalidades individuais e coletivas, o seguro de vida movimentou R$ 19 bilhões de janeiro a setembro, 16,8% acima do mesmo período do ano passado.

Ainda segundo os dados da FenaPrevi, a pandemia também aumentou em 77,5% o valor dos sinistros de janeiro a setembro, para R$ 8,9 bilhões. Desse valor, R$ 7,8 bilhões foram nos planos em grupo.

Mesmo com o crescimento do mercado em 2021, os indicadores da  FenaPrevi revela que uma parcela pequena da população brasileira tem seguro de vida. Durante a pandemia, apenas 10%, dos mais de 600 mil mortos, estavam assegurados.

Foto: Reprodução