APESAR DE LEILÕES DO BC, DÓLAR ENCERRA SEMANA EM ALTA DE 1,26%

APESAR DE LEILÕES DO BC, DÓLAR ENCERRA SEMANA EM ALTA DE 1,26%

O dólar operou ao longo do dia com estabilidade, encerrando em leve alta, a R$ 5,6810 (0,10%). No acumulado da semana, a moeda registra alta de 1,26%, que poderia ter sido maior não fossem as intervenções do Banco Central.

Nos últimos sete dias, o BC vendeu cerca de US$ 3,372 bilhões em quatro leilões à vista. Neste cenário, analistas de mercado atribuem o avanço do dólar ao longo da semana à pressão sazonal de remessas de lucros e dividendos, como no caso da Petrobras, e de pagamentos de dívidas. Esses pagamentos seriam típicos de fim de ano, mas termina por motivar a intervenção do Banco Central.

De modo geral, na visão das corretoras, pesou contra a moeda brasileira a cautela com a questão fiscal, diante da possibilidade de aumento dos gastos em 2022, em especial com a corrida eleitoral.  Na tarde desta sexta-feira, 17, o Congresso derrubou veto do governo ao aumento do fundo eleitoral e garantiu verba de R$ 5,7 bilhões para as campanhas do próximo ano (veja aqui).

 

 

Foto: Yuriko Nakao