TRICOLOR SOBE PARA 13º LUGAR SE VENCER O ATLÉTICO-GO

TRICOLOR SOBE PARA 13º LUGAR SE VENCER O ATLÉTICO-GO

Após a importante batalha contra o Grêmio, vencida pelo Esquadrão na última sexta-feira, o Bahia volta a campo hoje para mais um confronto direto contra o rebaixamento: visita o Atlético-GO, às 19h, em jogo pela 35ª rodada do Brasileirão. Como qualquer duelo entre equipes brigando pelo mesmo objetivo, a partida tem caráter decisivo para ambos. O Tricolor está em 16º, uma posição acima da zona da degola, com 40 pontos, enquanto os goianos estão em 15º, com um ponto a mais. Ou seja, se vencer, o Bahia ultrapassa o rival e, de quebra, ainda deixa Athletico-PR e Cuiabá para trás, chegando à 13ª colocação.

Seria um passo crucial para começar a se ver livre de uma ameaça mais forte de rebaixamento. Afinal, faltando três jogos para o fim do campeonato, o Esquadrão precisaria só de mais dois pontos para chegar ao número mágico que os matemáticos projetam para a salvação: 45. Por outro lado, uma derrota – ou mesmo um empate – deixa o time vulnerável a um possível retorno breve à zona. Caso o Bahia perca, bastaria ao Juventude (17º) empatar com o Red Bull Bragantino, amanhã, para recolocar o Tricolor entre os quatro últimos. Com um empate entre Bahia e Atlético, a equipe de Caxias do Sul precisaria vencer para sair do Z-4.

Essa será a última oportunidade que o Esquadrão terá de ficar frente a frente com um concorrente contra a degola. Os três jogos finais serão contra o virtual campeão Atlético-MG – que pode confirmar o título no embate da próxima quinta, na Fonte Nova – o Fluminense (7º), também em casa, e o Fortaleza (6º), fora. O Bahia tem tido desempenho irregular nos confrontos diretos recentes. Ganhou do Grêmio (3 a 1), mas antes tinha empatado em casa com o Cuiabá (0 a 0) e perdido do Sport (1 a 0). Derrotou o São Paulo (1 a 0), porém, não conseguiu superar o Juventude (0 a 0).

Dúvida na zaga

Desde sábado em Goiânia, o Tricolor fez seu último treino preparatório para o jogo ontem, no CT do Vila Nova. O técnico Guto Ferreira comandou uma atividade tática e ensaiou cobranças de bolas paradas. O time terá a volta do lateral/meia Juninho Capixaba, mas ele pode não ser titular devido ao acerto do time diante do Grêmio, com Rodriguinho, Rossi e Raí em grande atuação na linha ofensiva.

Na zaga, Luiz Otávio ainda sente as dores no joelho que o tiraram de combate no confronto com o Tricolor Gaúcho, mas ele é tratado como dúvida para hoje. Caso não possa jogar, Gustavo Henrique segue na equipe titular. Sobre o duelo com o Dragão, Guto destacou o fato de o adversário ter tido um jogo adiado na última sexta: “Vamos jogar contra uma equipe que acabou não fazendo o jogo que faria. Então, seremos nós, desgastados, contra eles que não jogaram. Mas agora não é hora de chorar, é hora de se superar, e vamos nos superar. Temos quatro jogos para buscar pelo menos seis pontos, para estar bem tranquilos, e é isso o que precisamos fazer. Vamos nos entregar ao máximo

Foto: divulgação