SECRETÁRIOS DE SAÚDE RECUSAM CARNAVAL EM 2022

SECRETÁRIOS DE SAÚDE RECUSAM CARNAVAL EM 2022

O temor de uma nova onda de Covid-19, mesmo com altos índices de vacinação contra a doença, faz com que os secretários estaduais de saúde reprovem em unanimidade a realização do Carnaval em 2022. É o que afirma Carlos Lula, presidente do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e titular da pasta no Maranhão. “Entre os secretários, ninguém concorda com o Carnaval”, diz.

Ainda que o cenário da pandemia da Covid-19 esteja melhor que o de meses anteriores, há o temor de que as aglomerações gerem uma nova onda de contaminações. Por isso, em capitais como Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, a realização de eventos ainda é incerta e depende da evolução da pandemia.

Lula ressaltou que existem outras razões para que os eventos sejam realizados, como, por exemplo, a pressão de profissionais da cultura.

Até o momento, ao menos 58 cidades paulistas já anunciaram o cancelamento dos festejos, entre elas São Luiz do Paraitinga, Franca e Ubatuba.

Em capitais como São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro e Recife, a realização de eventos ainda é incerta e depende da evolução da pandemia, informa o Painel da Folha de S.Paulo.