PREFEITURA PRETENDE COLOCAR AQUÁRIO MUNICIPAL NO FORTE DE SÃO MARCELO, NA FORMA DE CONCESSÃO AO SETOR PRIVADO

PREFEITURA PRETENDE COLOCAR AQUÁRIO MUNICIPAL NO FORTE DE SÃO MARCELO, NA FORMA DE CONCESSÃO AO SETOR PRIVADO

A Prefeitura de Salvador pretende transformar em aquário municipal privado um dos símbolos de Salvador: o Forte de São Marcelo, uma fortaleza de estilo renascentista, construída  em 1623, possuindo uma arquitetura única no Brasil, semelhante  ao famoso Castelo de Sant’Angelo na Itália e a Torre do Bugio em Portugal.

O anúncio de que o Forte de São Marcelo vai abrigar o primeiro aquário municipal, que será operado em regime de concessão à iniciativa privada, foi feito pelo prefeito Bruno Reis na última na quarta-feira (24). A inicativa causou apreensão visto que o forte é Patrimônio Cultura Brasileiro,  tombado pelo Iphan, e palco de eventos históricos da História da Bahia, na Independência do Brasil, na Revolta dos Malês, na Sabinada e outros eventos, além de ter servido como prisão política.

Segundo o Prefeito, o objetivo é impulsionar o turismo  e oferecer uma opção de lazer aos baianos, mas o anúncio gerou discussões  sobre a possibilidade de obras para abrigar o aquário num local tombado e sobre a possibilidade de outros usos,  a exemplo de museus e restaurantes e outras atividades culturais.