ELZA SOARES GANHA HOMENAGEM EM MUSICAL NO TEATRO GAMBOA

ELZA SOARES GANHA HOMENAGEM EM MUSICAL NO TEATRO GAMBOA

Com texto de Elísio Lopes Jr. e direção geral de Antônio Marques, a montagem ‘Se Acaso Você Chegasse’, da Arte Sintonia Companhia de Teatro, assume o palco on-line do Teatro Gamboa nesta quinta-feira (25), a partir das 19h. O espetáculo celebra a trajetória da cantora Elza Soares.

Reunindo no elenco os atores Clara Paixão, Denise Correia, Lívia França, Leonardo Freitas,  Agamenon de Abreu e Gilson Garcia, Elísio Lopes Jr. constrói um mosaico de acontecimentos da vida de Elza Soares. As atrizes vivem momentos como a infância marcada por gravidez e casamento precoces, a oportunidade de cantar em um programa de rádio, a perda de um filho, dentre os nove que teve, os desencontros amorosos e o encontro dela consigo mesma.

Na sexta-feira (26), às 19h, o coletivo Afrobapho, formado por jovens negros LGBT, apresenta ao público do Gamboa Online o espetáculo AFROBAPHO – O mito da recriação. O coletivo é formado por Kaiakan, Malayka SN, Neftara Harnett, Teodoro e Vittor Adél e propõe o fortalecimento da atividade ancestral, destacando que só haverá corpo pacífico se houver paz espiritual. AFROBAPHO – O mito da recriação discute a ressignificação dos corpos na existência pós-pandêmica e a necessidade de remodelação do existir.

Sábado (27), às 19h, o músico, ator, cantor, compositor, arranjador e arte educador Elinas, apresenta, em formato solo, o show Ensaio Aberto I, com algumas de suas canções originais, inaugurando seu primeiro trabalho como compositor. O repertório é totalmente autoral e apresenta composições de diversas fases ao longo de seus 13 anos de trajetória na música e no teatro, entre trabalhos solos e parcerias, contando com participações de artistas da cena musical, entremeadas por leituras que dialogam com a ancestralidade e contemporaneidade.

Domingo (28), às 17h, o cantor Dja Luz apresenta o show Meu Canto, com músicas autorais e clássicos da Música Popular Brasileira. Conciliando seu trabalho como líder da banda Zuluz, o artista, que foi vocalista da banda Filhos de Jorge, traz na bagagem uma vasta experiência nos palcos de Salvador e Londres. Em suas obras autorais, Dja Luz fala sobre a celebração à vida e denúncia de questões como racismo e problemas socioculturais.

Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada), à venda no https://www.teatrogamboaonline.com.br/.

 

Foto: Fabio Bouzas