PROFESSOR É AFASTADO APÓS SUSPEITA DE OBRIGAR ALUNOS A SE BEIJAREM EM COLÉGIO DE SALVADOR

PROFESSOR É AFASTADO APÓS SUSPEITA DE OBRIGAR ALUNOS A SE BEIJAREM EM COLÉGIO DE SALVADOR

Um professor, que não teve sua identidade divulgada, foi afastado por ter, supostamente, obrigado alunos a se beijarem em troca de notas. O caso teria acontecido no Colégio Estadual Heitor Vila Lobos, no Cabula VI, em Salvador, com estudantes do 6º ano.

Os alunos, que têm entre 11 e 12 anos, teriam sido trancados em uma sala, com cadeiras escorando a porta, para evitar a entrada de outras pessoas e incentivados a beijar colegas do mesmo sexo para conseguir mais pontos. A ação foi flagrada pela diretora, que recolheu celulares de alunos com gravações do ocorrido. Algumas vítimas contaram que o professor já tinha agido da mesma forma em anos anteriores, mas nada foi feito.

O caso foi denunciado na Delegacia Especializada de Repressão a Crime Contra Criança e Adolescente (DERCA) e no Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Em nota, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) informou que, ao tomar conhecimento da denúncia pela direção do Colégio Estadual Heitor Villa Lobos, afastou imediatamente o professor acusado e instaurou processo administrativo para apurar o caso.