PREFEITURA DISCUTE AÇÕES DE SAÚDE COM OMS E ONU

PREFEITURA DISCUTE AÇÕES DE SAÚDE COM OMS E ONU

Em viagem à Genebra, Suíça, na última semana, a vice-prefeita Ana Paula Matos (PDT) apresentou projetos de saúde e desenvolvimento social implementados em Salvador. Debatendo cidades inteligentes, Matos dialogou com as Nações Unidas e com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O primeiro encontro foi marcado pela defesa de desenvolvimento social integral na promoção da saúde, em especial, no combate a doenças. A representante do executivo soteropolitano elencou as ações de moradia, trabalho, transporte e prevenção de desastres atuais da capital baiana.

“É preciso criar condições sociais para que a saúde exista, por exemplo, com a boa alimentação evita-se a desnutrição infantil, ambiente saudável evita-se uma série de doenças e epidemias. Então, a condição social adequada impacta na preservação da saúde. Foi uma reunião muito produtiva, mostramos o avanço da cidade nas pautas sociais, ambientais e sustentáveis e apresentamos também Escritório de Governança Social, que segue os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável)”, explicou Ana Paula Matos, na sede da OMS na Suíça.

Matos também compartilhou a experiência do Escritório de Governança Social de Salvador na manutenção da saúde física e mental. Da OMS, Ana Paula, também secretária de Governo, esteve com a vice-diretora-geral para Vidas Mais Saudáveis, Naoko Yamamoto. Já ao lado de representações das Nações Unidas, a vice-liderança da prefeitura de Salvador reuniu-se com membros do Laboratório de Iniciativas para os ODS, chamado “SDG Lab”. A iniciativa é responsável por propor soluções sustentáveis ao redor do mundo, investindo em novas tecnologias, como a governança social.

Assim como em outras ações recentes da atual gestão municipal, Matos defende investimento internacional para estruturação de projetos de desenvolvimento social em Salvador. “As parcerias e projetos em conjunto com organizações mundiais permitem que a gente avance no desenvolvimento da capital. Fico honrada com o convite da OMS e reitero que Salvador está aberta a novas parcerias na busca das cidades sustentáveis e saudáveis”, pontuou a vice-prefeita.

Foto: divulgação