AL-BA APROVA INSTALAR CPI; COELBA FALA EM ‘SURPRESA’

AL-BA APROVA INSTALAR CPI; COELBA FALA EM ‘SURPRESA’

A Procuradoria-Geral da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) deferiu oo pedido de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Coelba. A decisão, com um parecer, está na edição desta quinta-feira (18) do Diário Oficial do Legislativo.

A Procuradoria diz que o pedido da CPI foi por conta das tarifas elevadas que são cobradas ao mesmo tempo em que há uma ausência de transparência e má qualidade na prestação de serviço, com grau alto de insatisfação dos clientes.

O parecer lembra que a atividade de investigar do Poder Legislativo é algo natural e que as motivações para essa CPI estão devidamente caracterizados. Afirma que novos fatos que forem surgindo podem ser incluídos na CPI.

A CPI foi proposta pelo deputado Tum (PSC) e alega que a Coelba não tem prestado um bom serviço aos baianos.

Em nota, a Neoenergia Coelba diz que recebe com “serenidade e respeito” a decisão. “No entanto, a companhia se surpreendeu com a medida, uma vez que seus representantes sempre estiveram à disposição para participar de debates construtivos no intuito de dirimir dúvidas e embasar opiniões. A despeito da discordância, a empresa presume que o ambiente será oportuno para o esclarecimento de informações que estão sendo disseminadas de forma distorcida. Adicionalmente, a distribuidora terá a possibilidade de reafirmar os valores de honestidade, integridade e ética que sempre pautaram a sua atuação. A Neoenergia Coelba reitera o compromisso com a sociedade e espera participar de discussões propositivas no sentido de melhorar seus serviços e atender as expectativas dos seus clientes”.