MOVIMENTAÇÃO PORTUÁRIA CRESCE 20% NA BAHIA E PORTO DE SALVADOR JÁ REPRESENTA MAIS DE 40% DO TOTAL

MOVIMENTAÇÃO PORTUÁRIA CRESCE 20% NA BAHIA E PORTO DE SALVADOR JÁ REPRESENTA MAIS DE 40% DO TOTAL

A movimentação de cargas nos portos públicos da Bahia entre janeiro e setembro de 2021 atingiu 9,9 milhões de toneladas, um crescimento de 20% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Porto de Salvador movimentou 4,1 milhões de toneladas, um crescimento de 10% em relação a 2020 e continua ampliando sua participação no total movimentado nos portos baianos. Quando foi privatizado no ano 2000, o Tecon/Salvador – Terminal de Contêineres de Salvador, representava 35% da movimentação de cargas nos portos públicos da Bahia, enquanto o Porto de Aratu contribuía com 64%.

Gradualmente, o Tecon ampliou sua participação e em 2020 representou 43% da movimentação de cargas, enquanto o Porto de Aratu contribuiu com pouco mais de 50%.. No auge da pandemia, em 2020, enquanto o Porto de Aratu registrava uma queda de quase 4% em relação a 2019, a movimentação o Porto de Salvador registrou um crescimento de 1,3%.

Em 2021, o Porto de Aratu retomou o crescimento com a ampliação no transporte de granéis líquidos e movimentou 5,5 milhões de toneladas um crescimento de 28,9% em relação ao mesmo período do ano passado, calculado em relação a base deprimida de 2020.  Mas, ainda assim, o  Porto de Salvador representou com 41% da movimentação de cargas nos portos públicos da Bahia.