ESCOLAS PARTICULARES DA SALVADOR AUMENTAM MENSALIDADE EM MAIS DE 20%

ESCOLAS PARTICULARES DA SALVADOR AUMENTAM MENSALIDADE EM MAIS DE 20%

Cerca de 30 escolas de Salvador vão aumentar as mensalidades em mais de 20%, segundo levantamento feito pelo jornal Correio em instituições de ensino particulares. Os gestores relatam que o reajuste foi feito com base na inflação, que subiu 10,25% nos últimos 10 meses, de acordo com o último Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A Escola Porto Seguro, na Federação, foi a que mais aumentou a mensalidade: o valor do Ensino Fundamental II foi de R$ 450 para R$ 550. “No ano de 2020 não houve aumento nas mensalidades, a gente não repassou os custos para os pais. E tivemos que comprar notebooks para todas as salas, aumentar a carga de internet, consertar e comprar novos projetores, além de várias adaptações para cumprir o distanciamento”, explicou um funcionário da unidade, que preferiu não se identificar.

No Colégio Montessoriano, na Boca do Rio, que tem alunos do Ensino Infantil ao Médio, a correção da mensalidade está em torno de 12%, de acordo com a diretora, Lúcia Matos. No último ano, a direção também preferiu não repassar o aumento para os estudantes. Já em 2019, essa alta foi de 8%.

Mesmo com o aumento, as matrículas não deixaram de ser feitas pelos pais. “As matrículas estão com procura acima da média. O grupo 3, que não teve procura ano passado, este ano está quase chegando a 50% de ocupação. Essa turma é a primeira a fechar, tradicionalmente”, avalia Lúcia. Pelo menos um quarto dos estudantes de 2021 fizeram a rematrícula para 2022.
No Sartre COC, o reajuste é de 8,5%. Para a primeira e segunda série do ensino médio, os valores, que eram R$ 2.216,52, passarão para R$ 2.404,71. Porém, quem faz a rematrícula adiantada, continua pagando a mensalidade de 2021, como a secretária Ana Faria, que sempre aproveita para matricular antes do prazo:
No Colégio Adventista, a alta foi de 10%. Nos colégios Miró e Novo Educar, o acréscimo será de 10,34% e 10%, respectivamente. No Miró, o valor sairá de R$ 1.800 para R$ 2.080, na Educação Infantil. No Novo Educar, a mensalidade vai de R$ 250 para R$ 275 no Ensino Fundamental I.

No Centro Educacional Maria José, o aumento será de 8,5%, de R$ 806 para R$ 875 no Ensino Fundamental II. O menor percentual foi registrado na Escola Arco Íris, em Brotas, de 5%. O Fundamental I aumentou de R$ 1.430 para R$ 1501,50 e o Infantil de R$ 1300 para R$ 1365. A Escola Concept, na Avenida Orlando Gomes, terá reajuste de R$ 4.428 para R$ 4.800 no primeiro ano do Ensino Médio. O Anchieta e a Gurilândia ainda não definiram, mas estimam que o percentual seja de 6% e entre 8 e 10%, respectivamente.

Percentuais de reajuste para 2022:
Sartre Coc – 8,5%
Colégio Adventista – 10%
Colégio Montessoriano – em torno de 12%
Escola Porto Seguro – 10% a 22,2%
Colégio Miró – 10,34%
Escola Arco Íris – 5%
Gurilândia – entre 8 e 10%
Colégio Novo Educar – 10%
Colégio Anchieta – em torno de 6%
Centro Educacional Maria José – 8,5%
Escola Concept – 8,4%
Colégio Asas (Feira de Santana) – 0%