BRUNO REIS DIZ QUE NÃO FARÁ CARNAVAL SEM A PM E DIZ QUE EVENTO PODE SER ADIADO PARA UMA NOVA DATA

BRUNO REIS DIZ QUE NÃO FARÁ CARNAVAL SEM A PM E DIZ QUE EVENTO PODE SER ADIADO PARA UMA NOVA DATA

O prefeito de Salvador, Bruno Reis voltou a comentar, na manhã desta quinta-feira (11), sobre a realização do Carnaval em 2022 e festas de fim de ano e afirmou que elas sem a Policia Militar não vão acontecer e podem ser realizadas em outro momento. De acordo com o Chefe do Executivo, o encontro com o governador Rui Costa (PT) que vai definir a questão deve acontecer na “data-limite”, prevista para o final de novembro.

“Se não tomar essa decisão até novembro muitos vão comunicar que não vão participar do Carnaval. Muitos artistas vão se apresentar em outras praças. Essa data limite não é colocada pela prefeitura e sim pelo trade, blocos, e atores do carnaval. Eles dizem que se até o final de novembro não tiver essa decisão, eles não irão participar. Espero que até o final do mês de novembro, com o avanço da vacina, diante do que estiver acontecendo no Brasil e no mundo, a gente tenha condição de tomar uma decisão condicionada a números”, disse.

O prefeito afirmou que defende uma decisão condicionada aos números relativos à pandemia. “Percentuais de vacinação, números de casos ativos e de óbitos. Eu defendo que a gente possa anunciar a realização do carnaval de forma condicionada a esses números”, explicou. Bruno Reis comentou ainda sobre a possibilidade de adiar a festa, caso os números não sejam favoráveis. “Se chegar lá em fevereiro e não puder ser realizado, adia para uma outra data que seja mais oportuna e conveniente”, concluiu. O prefeito também descartou realizar qualquer festa sem o apoio do governo e da Polícia Militar.

Foto: divulgação