PESQUISA DIZ QUE NA BAHIA LULA VENCE PARA PRESIDENTE E ACM NETO GANHA PARA GOVERNADOR

PESQUISA DIZ QUE NA BAHIA LULA VENCE PARA PRESIDENTE E ACM NETO GANHA PARA GOVERNADOR

Pesquisa de intenção de voto mostra que  maior parte do eleitorado baiano pretende combinar o voto presidencial em Lula e  o voto para governador em ACM Neto. Na disputa presidencial, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera com 62% ou 63% nas simulações de primeiro turno. Na disputa pelo governo estadual, a liderança folgada é do ex-prefeito de Salvador ACM Neto, com 45%.

No primeiro cenário do primeiro turno da eleição presidencial, Lula marca 63%, mais que o triplo do desempenho do presidente Jair Bolsonaro, que alcança 20%. Na simulação de segundo turno contra Lula, o petista vence o atual presidente por 67% a 20% na Bahia.

Na disputa pelo governo da Bahia, mostra a atual pesquisa, o favoritismo do PT se reduz e quem lidera isolado é o ex-prefeito de Salvador ACM Neto, com 45% dos votos totais, desempenho que lhe garantiria vitória no primeiro turno. O ex-governador Jaques Wagner (PT) registra apenas 27%, das intenções de voto e o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos)  aparece com 4%. Em simulação de segundo turno para governador, ACM Neto vence Wagner por 49% a 39%.

Um estudo anterior do Atlas sobre o potencial de candidatos da chamada terceira via mostrou que o Nordeste é a região com menor aderência da ideia “nem Lula nem Bolsonaro”, lembra Roman. Só 13% do eleitorado da região demonstra interesse por um nome alternativo.

O levantamento foi feito pela consultoria Atlas entre os dias 30 de outubro e 5 de novembro. Com 827 respostas coletadas, a margem de erro é de 3 pontos, mas é uma pesquisa  feita pela internet. Por meio de anúncios publicitários, a consultoria dispara milhares de convites aleatoriamente para internautas da área a ser investigada. Ao clicar no convite, o eleitor é direcionado ao questionário do estudo. Com informações do Valor Econômico.

Veja Também: Pesquisa mostra que sem Rui Costa na chapa será muito mais difícil Wagner vencer ACM Neto