ECONOMISTAS REDUZEM PREVISÃO DO PIB DESTE ANO PARA 4,93%

ECONOMISTAS REDUZEM PREVISÃO DO PIB DESTE ANO PARA 4,93%

O mercado financeiro baixou a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano do Brasil. Os economistas estimam que o crescimento da economia será de 4,93% em 2021, menor que os 4,94% da previsão anterior.

Para 2022, o mercado reduziu a previsão de alta do PIB de 1,20% para 1%. No começo deste ano, a previsão dos analistas era de uma alta de 2,5% para a economia no próximo ano. A expectativa começou a ser revisada para baixo somente em setembro.

As previsões constam do relatório “Focus”, divulgado nesta segunda-feira (8) pelo Banco Central (BC). Os dados foram levantados na semana passada, em pesquisa com mais de 100 instituições financeiras.

Já a projeção para a taxa de câmbio no fim de 2021 permaneceu em R$ 5,50. Para o fim de 2022, ficou estável também em R$ 5,50 por dólar.

Para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações), a projeção em 2021 subiu de US$ 70,10 bilhões para US$ 70,25 bilhões de resultado positivo. Para o ano que vem, a estimativa dos especialistas do mercado permaneceu em US$ 63 bilhões de superávit.

A previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil neste ano permaneceu em US$ 50 bilhões. Para 2022, a estimativa ficou estável em US$ 60 bilhões.

 

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil