PESQUISA MOSTRA QUE SEM RUI COSTA NA CHAPA SERÁ MUITO MAIS DIFÍCIL WAGNER VENCER ACM NETO

PESQUISA MOSTRA QUE SEM RUI COSTA NA CHAPA SERÁ MUITO MAIS DIFÍCIL WAGNER VENCER ACM NETO

A pesquisa de intenção de voto realizada pela consultoria Atlas e que mostra que  maior parte do eleitorado baiano pretende combinar o voto presidencial em Lula e  o voto para governador em ACM Neto, traz também duas informações preciosas na montagem do quadro eleitoral. A primeira é que a ideia de que apenas o fato do Presidente Lula concorrer à presidência já viabilizaria a eleição do candidato a governador do PT na Bahia, no caso o ex-ministro Jaques Wagner, é furada. O eleitor baiano se mostra capaz de fazer escolhas e, embora o prestígio de Lula em terras baianas seja inabalável, tudo indica que pode haver uma combinação eleitoral que coloque no poder Lula e ACM Neto.

A estratégia eleitoral de Jaques Wagner para vencer ACM Neto que tem praticamente o dobro das intenções de voto estaria sustentada nesta tese, que parece equivocada. A outra informação preciosa, dada pela pesquisa, é sobre o governador Rui Costa. A pesquisa também investigou a imagem de um grupo selecionado de personalidades políticas na Bahia. Eleitores foram provocados a responder se tinham imagem positiva ou negativa de algumas figuras apresentadas. E o  líder em imagem positiva é o governador Rui Costa, com 63%. Ele é seguido de perto por Lula, que marcou 60% nesse quesito. ACM Neto apareceu em terceiro ligar com 58%, 12 pontos a mais que Jaques Wagner.

Ora, com essa informação é fácil constatar que o governador Rui Costa é o político  mais bem posicionado no cenário eleitoral baiano e tirar da cena eleitoral esse player político é temeroso, mesmo que ele participe ativamente da campanha. Na verdade, os números estão a dizer que a presença de Rui Costa na chapa que vai concorrer ao governo do Estado é indispensável para aumentar as possibilidades de vitória. É verdade que Rui vai se envolver de corpo e alma na campanha, pedindo votos para Lula e Wagner, mas uma coisa é pedir votos e outra é ser o destinatário deles.

Outro aspecto importante e que também contaria na estratégia eleitoral seria a possibilidade de um candidato apoiado por Bolsonaro tirar votos de ACM Neto, possibilidade remota visto que João Roma, que seria o títere do presidente na Bahia, alcança apenas 4% das intenções de votos.

O fato é que as pesquisa estão sinalizando que a presença do governador Rui Costa na chapa, é fundamental para, ao lado de Lula, elevar as possibilidade  do ex-governador Jaques Wagner vencer a disputa, especialmente se for levado em conta que existe a possibilidade do ex-prefeito vencer no primeiro turno.

É claro que essa pesquisa é apenas um ponto na curva e que, além disso, tem uma característica específica, pois é feita pela internet e não pode ser comparada com as demais. Mas que mostra que sem a presença de Rui Costa vai ser mais difícil vencer o prefeito ACM Neto, isso mostra. (EP – 08/11/2021)

Veja Também: Pesquisa diz que na Bahia Lula vence para Presidente e ACM Neto ganha para o governo do Estado