PROGRAMA DIVERSIDADE EM CONSELHO ABRE INSCRIÇÕES

PROGRAMA DIVERSIDADE EM CONSELHO ABRE INSCRIÇÕES

O Programa Diversidade em Conselho (PDeC) chega à sua 6ª Edição com 70% das 139 participantes desde 2015 atuando em conselhos ou em comitês de apoio ao conselho. Voltado para mulheres brasileiras que desejam acelerar o seu ingresso e/ou crescimento em conselhos de administração, conselhos fiscais e comitês de apoio ao conselho de organizações públicas, privadas ou do terceiro setor, o PDeC é uma iniciativa organizada em conjunto por cinco entidades: B3, Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), International Finance Corporation (IFC), Spencer Stuart, e WomenCorporateDirectors (WCD) Foundation.

As inscrições foram abertas dia 18 de outubro e as interessadas podem se candidatar até 8 de novembro de 2021. Para essa edição, serão oferecidas até 35 vagas e o programa está previsto para começar em março de 2022, com duração de dez meses. Entre os critérios de seleção das candidatas estão o mínimo de 10 anos de relevante experiência profissional, interesse e disponibilidade para ingressar em conselhos imediatamente, senioridade para atuação em conselhos e conhecimento sobre Governança Corporativa, entre outros. Experiências com inovação e/ou transformação digital em seus setores de atuação também serão valorizadas, assim como envolvimento com causas sociais. As inscrições podem ser feitas pelo site: https://www.ibgc.org.br/advocacy/diversidade.

O PDeC é um Programa sem fins lucrativos, idealizado de forma pro bono pelas entidades organizadoras e viabilizado com a participação voluntária de profissionais de mercado – inclusive mentores e mentoras – que atuam pela causa da diversidade em conselhos. Inicialmente gratuito, desde o ano passado o PDeC já conta com um investimento por parte das participantes – custo do curso exclusivo sobre Governança Corporativa e Mercado de Capitais. Para esta 6ª Edição, com o amadurecimento do Programa e da própria agenda de diversidade no mercado, tornou-se inevitável a criação de uma estrutura mais robusta de apoio aos voluntários, de forma a manter a qualidade na entrega de todas as iniciativas. Por esse motivo, será cobrada das participantes uma contribuição. O valor será integralmente destinado à manutenção da sua estrutura operacional.

“Neste ano, investimos na profissionalização do programa, que agora conta com um time dedicado e com ações de advocacy e comunicação previstas junto a investidores, empresas de seleção, fundos de private equitiy, bancos e mercado em geral”, diz Adriana Muratore, coordenadora voluntária do PDeC, ex-participante do Programa e conselheira de administração. Para dar suporte a essas novas atividades, 30 vagas contarão com uma contribuição financeira de R$ 20 mil (já incluso o valor do curso exclusivo). As demais – até cinco vagas – serão oferecidas no formato de bolsa, com o objetivo de dar oportunidade para executivas que, porventura, não tenham condições de investir financeiramente no Programa. O principal objetivo do PDeC é ampliar a visibilidade das profissionais a partir da troca de experiências e aprendizados e do fortalecimento do networking no universo dos conselhos. Para isso, o Programa une sessões de mentoria individuais com profissionais experientes e influentes ao embasamento teórico do curso e de fóruns e eventos coletivos.

O Programa se desenvolve por meio de três pilares: o curso online exclusivo “Governança Corporativa e Visão de Longo Prazo”, sessões de mentoria com metodologia  própria e eventos periódicos fundamentados nos principais temas da Agenda Positiva de Governança. O PDeC será realizado no formato virtual, tornando mais acessível a participação de candidatas de todos os estados brasileiros e até mesmo de brasileiras que vivem no exterior. “O PDeC trabalha fortemente na conscientização sobre a importância e nos benefícios da diversidade e inclusão para a geração de valor para as empresas, embasando-se em estudos que comprovam que a pluralidade de opiniões e visões e a mescla de habilidades entre conselheiros e conselheiras impactam significativamente o desempenho geral do colegiado em benefício da competitividade e sustentabilidade das organizações”, destaca Adriana Muratore. Desde 2015, ano da realização da 1ª Edição do PDeC, 139 mulheres participaram do Programa, que já contou com a contribuição de mais de 90 mentores e mentoras. Na 5ª Edição, realizada em 2020, o Programa teve 761 candidatas inscritas para as 40 vagas disponíveis, representando uma alta de 231% em relação a 2019, quando 230 candidatas se inscreveram.

Foto: divulgação