UMA DAS MAIORES PETROQUÍMICAS DA PAÍS FECHA CONTRATO DE R$ 1 BI PARA USAR ENERGIA EÓLICA

UMA DAS MAIORES PETROQUÍMICAS DA PAÍS FECHA CONTRATO DE R$ 1 BI PARA USAR ENERGIA EÓLICA

A Bahia já é o maior produtor de energia do país e agora começa a integrar sua cadeia produtiva a essa energia limpa, articulando a produção petroquímica, grande consumidora de energia, com a energia eólica, que passa por um verdadeiro boom econômico na Bahia.

Percebendo o potencial eólico do Estado, a Unigel, uma das maiores empresas químicas do país, com atuação no Polo de Camaçari  firmou contrato de longo prazo em valor superior a 1 bilhão de reais com a Casa dos Ventos, produtora de energia eólica,  para garantir energia renovável a suas operações por prazo de 20 anos.

Pelo contrato de 20 anos, a indústria ainda terá a opção de se tornar autoprodutor, como uma das sócias do Complexo Eólico Babilônia Sul, em fase de implantação na Bahia. O parque terá em sua totalidade 360 MW de potência instalada e fornecerá energia para diversas empresas a partir de 2024, disse a Unigel.

A parceria firmada com a Casa dos Ventos ainda vai evitar a emissão anual de quase 200 mil toneladas de CO2 por ano, o equivalente ao plantio de mais de 1 milhão de árvores, disse a Unigel.

A energia elétrica é matéria-prima essencial para indústria química, setor que figura entre os quatro maiores consumidores do ambiente de contratação livre, A energia elétrica é matéria-prima essencial para indústria química, setor que figura entre os quatro maiores consumidores do ambiente de contratação livre

“Cada vez mais, a Unigel está investindo em soluções sustentáveis. A parceria com a Casa dos Ventos reforça, ainda mais, nosso compromisso com a descarbonização da cadeia produtiva química e contribuição para o aumento da capacidade de geração de energia eólica no país”, disse o CEO da Unigel, Roberto Noronha Santos, em nota.