“SAFRA RECORDE REAFIRMA A BAHIA COMO POTÊNCIA”, DIZ LEÃO

“SAFRA RECORDE REAFIRMA A BAHIA COMO POTÊNCIA", DIZ LEÃO

O vice-governador da Bahia e secretário do Planejamento, João Leão, comemorou previsão de safra recorde de grãos constatada pelo oitavo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), relativo a agosto deste ano. “A Bahia mais uma vez reafirma sua condição de potência no agronegócio”, declarou.

A produção de cereais, oleaginosas e leguminosas na Bahia foi estimada em 10,46 milhões de toneladas em 2021, o que representa crescimento de 4% na comparação com a safra 2020 – que foi o melhor resultado da série histórica da pesquisa.

O destaque ficou por conta da lavoura da soja, cuja produção deverá alcançar sua máxima histórica este ano. O LSPA é realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e sistematizado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Seplan.

Para o vice-governador, a informação não surpreende. “Para quem conhece o cenário do agronegócio no estado não existe surpresa com essa informação. Se considerarmos o profissionalismo como que o setor desempenha suas atividades, com aplicação da mais alta tecnologia, não se pode esperar nada diferente disso, mas ainda sim é uma notícia que nos traz muita satisfação”, afirmou.

As áreas plantada e colhida ficaram ambas estimadas em 3,2 milhões de hectares (ha), o que corresponde, nas projeções do IBGE, a uma expansão de 2,6% na comparação interanual. Dessa forma, a produtividade média estimada para a safra de grãos, no estado, foi de 3,27 t./ha, o que representa alta de 1,3% na mesma base de comparação.

 

Foto: Ascom/SDE