COLUNA POLÍTICA: AS MANIFESTAÇÕES DO 7 DE SETEMBRO TIVERAM 2 VENCEDORES E UM PERDEDOR

COLUNA POLÍTICA: AS MANIFESTAÇÕES DO 7 DE SETEMBRO TIVERAM 2 VENCEDORES E UM PERDEDOR

As manifestações ocorridas em várias cidades brasileiras no 7 de setembro tem dois vencedores e um perdedor. Um dos vencedores é o presidente Bolsonaro que mostrou ter uma base fiel de apoiadores que foram às ruas ovacioná-lo. O outro vencedor é o ex-presidente Lula, que não participou diretamente das manifestações, não teve a máquina pública a seu favor, mas, ainda assim, conseguiu mobilizar manifestações por todo o país, embora bem menores do que às de Bolsonaro.

E é aí que surge o grande perdedor: a terceira via, ou a possibilidade de um novo nome que ponha fim à polarização. As raposas políticas do Centrão, que acreditam estar controlando Bolsonaro ao assumir postos chaves na sua administração, começam a perceber que estão sendo engabeladas pelo capitão, cujo interesse único é o golpe de Estado, com o qual pretende governar sozinho e mostrar que não precisa das raposas políticas do Centrão. Mas as raposas políticas do outro lado do Congresso, aquelas que não se aliam ao Centrão, também estão sendo engabeladas pelo Capitão ao acreditar que podem fazê-lo sangrar com CPIs e coisas tais, para assim construir uma terceira via que alije ele e Lula do poder.

Isso não vai acontecer, pois com a máquina da Presidência à sua disposição, Bolsonaro vai puxar a corda a cada movimento político e empurrar a disputa para o confronto com Lula, pois só neste cenário é que ele encontra a justificativa para o golpe. Enfrentando Lula e perdendo, Bolsonaro tem o discurso pronto para dar o golpe, baseado na fraude e na volta do comunismo, coisa que não poderia fazer se o vencedor fosse um candidato da terceira via.

Lula, por outro lado, está em posição confortável, e sequer apareceu nas manifestações de ontem para assim mostrar as raposas políticas, que só ele é capaz de tirar Bolsonaro do poder. E aí surge o grande problema do cenário que anuncia: se Lula ganhar e Bolsonaro não aceitar o resultado da eleição, o país estará definitivamente dividido e haverá confronto. É quando se percebe, porque Bolsonaro quer a população armada.

As famosas raposas políticas do Brasil ainda não perceberam que estão sendo usadas por Lula e por Bolsonaro e o Brasil caminha para ter o mesmo destino dos países da América Latina com a escolha entre uma suposta direita e uma suposta esquerda que se revezam no poder e impedem o país de crescer. Não precisa ser vidente para saber o que vai acontecer com o Brasil, basta ver a história recente do Peru, da Bolívia e da Argentina. Infelizmente nosso destino parece ser o das repúblicas de bananas. (EP – 8/09/2021)