PAULO CARNEIRO É AFASTADO DA PRESIDÊNCIA DO VITÓRIA

PAULO CARNEIRO É AFASTADO DA PRESIDÊNCIA DO VITÓRIA

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, foi afastado temporariamente do clube, na noite desta quinta-feira (2). O Conselho Deliberativo decidiu, em reunião no Barradão, pelo afastamento por 60 dias. O mandatário rubro-negro é acusado de cometer inúmeras irregularidades em sua gestão, que começou abril de 2019.

Um relatório foi produzido por uma Comissão Especial criada para investigar a atual gestão de Paulo Carneiro, que teve início em abril de 2019, e baseou a decisão. Para indicar que houve uma gestão temerária por parte de Paulo Carneiro, o relatório traz à tona as negociações de Jordy Caicedo e Diego Rosa. O Vitória tomou empréstimo de pouco mais de R$ 3 milhões da empresa Magnum para comprar Jordy, e como garantia cedeu 15% dos direitos de Diego Rosa. O acordo, no entanto, não foi registrado em contrato.

Em nota assinada por Paulo Carneiro, o Conselho Diretor do Vitória rebateu as acusações de gestão temerária. “Querem encontrar pontos incompatíveis com o resultado apresentado para politicamente desestabilizar o clube”, diz trecho do documento.

Foto: Tiago Caldas/ EC Vitória