BAHIA É O ESTADO COM MENOS BILIONÁRIOS NA FORBES; VEJA LISTA

BAHIA É O ESTADO COM MENOS BILIONÁRIOS NA FORBES; VEJA LISTA

Com 2 bilionários na lista de 345 nomes do país divulgada pela Forbes, a Bahia é o último estado do Nordeste entre os que figuram no ranking. A soma do patrimônio dos bilionários baianos chega a R$ 3,17 bilhões.

Aparecem à frente o Ceará, que com 17 bilionários com patrimônio somado que chega a R$ 79,30 bilhões lidera no Nordeste, Pernambuco (R$ 16,99 bilhões), Maranhão (R$ 11,6 bilhões) e Paraíba (R$ 3,25 bilhões).

Os dois nomes da Bahia são executivos do grupo GPS. José Caetano Paula de Lacerda aparece em 235º no ranking. Ele é atualmente o maior acionista individual do GPS, empresa que atua no setor de serviços terceirizados. Pouco depois, aparece na lista Carlos Nascimento Pedreira Filho, sócio-fundador da GPS.

Confira um pouco sobre os dois:

JOSÉ CAETANO PAULA DE LACERDA – GPS (BA)

Baiano, José Caetano Paula de Lacerda é ex-executivo da Odebrecht e atualmente é o maior acionista individual do grupo GPS. A empresa é a maior do país de serviços terceirizados de limpeza, manutenção e segurança. A companhia também abriu capital na Bolsa de Valores neste ano.

Fundada em Salvador (BA) em 1962, a GPS conta com mais de 100 mil colaboradores e é responsável por atender prédios de grandes corporações, como Petrobras e Grupo Pão de Açúcar.

Ranking nacional: 235º mais rico

Patrimônio: R$ 1,65 bilhão

Estado: Bahia

Fonte da fortuna: Grupo GPS

Setor: Serviços terceirizados (limpeza, manutenção e segurança)

CARLOS NASCIMENTO PEDREIRA FILHO – GPS (BA)

O empresário de 80 anos é sócio-fundador da GPS e detém a segunda maior participação acionária da companhia. Também é ex-executivo do grupo Odebrecht.

Ranking nacional: 250º mais rico

Patrimônio: R$ 1,52 bilhão

Estado: Bahia

Fonte da fortuna: Grupo GPS

Setor: Serviços terceirizados (limpeza, manutenção e segurança)

Veja lista Forbes 2021 dos estados mais ricos do Brasil

A ordem está por patrimônio.

  • São Paulo (R$ 693,43 bilhões e 128 bilionários)
  • Santa Catarina (R$ 146,99 bilhões e 40 bilionários)
  • Rio de Janeiro (R$ 504,62 bilhões e 37 bilionários)
  • Minas Gerais (R$ 101,09 bilhões e 29 bilionários)
  • Rio Grande do Sul (R$ 90,32 bilhões e 19 bilionários)
  • Ceará (R$ 79,30 bilhões e 17 bilionários)
  • Goiás (R$ 43,29 bilhões)
  • Paraná (R$ 23,38 bilhões e 7 bilionários)
  • Pernambuco (R$ 16,99 bilhões e 7 bilionários)
  • Maranhão (R$ 11,6 bilhões)
  • Pará (R$ 8 bilhões e 1 bilionário)
  • Espírito Santo (R$ 3,9 bilhões e 1 bilionário)
  • Paraíba (R$ 3,25 bilhões )
  • Bahia (R$ 3,17 bilhões e 2 bilionários)
  • Outros (R$ 198,22 bilhões)

Foto: Miguel Sá/Divulgaçao