TARIFAS DO AEROPORTO DE SALVADOR SÃO REAJUSTADAS ABRINDO CAMINHO PARA AUMENTO DAS PASSAGENS

TARIFAS DO AEROPORTO DE SALVADOR SÃO REAJUSTADAS ABRINDO CAMINHO PARA AUMENTO DAS PASSAGENS

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) reajustou os tetos das tarifas dos aeroportos internacionais de Salvador (BA) e de Florianópolis (SC), conforme decisões publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (31). O aumento abrange as tarifas de embarque, conexão, pouso, permanência, armazenagem e capatazia. Os novos valores das tarifas poderão ser praticados somente 30 dias após a divulgação pelas concessionárias.

Com o aumento, os preços das passagens aéreas poderão ficar mais altos. De acordo com a Anac, o preço das tarifas cresceu entre cerca de 8,3% a 9,7%, a depender do serviço. As taxas de embarque ou conexão já sofreram aumentos, com o reajuste.
Com a alteração dos valores, as tarifas máximas de embarque doméstico pagas pelos passageiros passarão de R$ 32,42 para R$ 35,55 no Aeroporto de Salvador e de R$ 38,38 para R$ 41,58 no Aeroporto de Florianópolis.

As tarifas máximas de embarque internacional, por sua vez, passarão de R$ 57,41 para R$ 62,96 no Aeroporto de Salvador e de R$ 67,96 para R$ 73,64 no Aeroporto de Florianópolis.

Os reajustes estão previstos nos contratos como mecanismo de atualização monetária e têm o objetivo de preservar o equilíbrio econômico-financeiro estabelecido nos contratos de concessão.

As tarifas aeroportuárias são valores pagos à concessionária pelas companhias aéreas, pelo operador da aeronave ou pelo passageiro.

A tarifa de embarque é a única paga pelo passageiro e tem a finalidade de remunerar a prestação dos serviços, instalações e facilidades disponibilizadas pela concessionária aos passageiros.