MARCAS NAS UNHAS PODEM INDICAR INFECÇÃO POR COVID-19

MARCAS NAS UNHAS PODEM INDICAR INFECÇÃO POR COVID-19

Febre, tosse, fadiga, perda do paladar e olfato não são os únicos sinais do corpo que podem indicar a infecção pelo coronavírus. De acordo com um estudo do Medical Xpress baseado em um artigo publicado pela National Center for Biotechnology Information (NCBI), unhas deformadas e sem cor também podem ser um indicativo da passagem do vírus pelo corpo de alguns pacientes, ao surgirem algumas semanas após o contágio. As informações são do Olhar Digital.

De acordo com o Medical Xpress, apelidado de “Unhas da Covid”, o sintoma também é chamado de unha meia-lua vermelha, já que forma uma faixa arredondada sobre a área branca na base das unhas. O estudo indica que o padrão do aspecto nas unhas que tem sido visto é raro de acontecer, entretanto, um número importante de queixas foi relatado e o sintoma pode ser percebido mais cedo que outros.

Para os pesquisadores, a causa provável da nova condição pode ser danos nos vasos sanguíneos associados ao coronavírus ou consequência da resposta imune do corpo, que pode ter causado mini coágulos e descoloração.

O sintoma foi principalmente observado em pessoas assintomáticas e, por este motivo, inicialmente, não oferece perigo, afirma o estudo, apesar de ainda não estar claro o tempo que ele dura, já tendo sido relatado casos de permanência entre uma e quatro semanas.

No Twitter, o epidemiologista e escritor científico britânico Tim Spector, deu seu parecer sobre as “Unhas da Covid” e também mencionou que o sintoma é inofensivo, surgindo a partir da recuperação das unhas.

“Suas unhas parecem estranhas? As unhas Covid são cada vez mais reconhecidas, à medida que as unhas se recuperam após a infecção, o crescimento se recupera deixando uma linha nítida. Pode ocorrer sem erupções cutâneas e parece inofensivo”, explicou o médico.

Um outro estudo, também pulicado na National Center for Biotechnology Information, observou casos conhecidos como “linhas de Beau” relacionados à covid. Neste caso, a unha possui reentrâncias horizontais na base das unhas das mãos e pés e tendem a aparecer após quatro semanas ou mais após uma infecção.

As linhas de Beau acontecem quando há uma interrupção temporária no crescimento das unhas devido a um estresse físico no corpo, como uma infecção, desnutrição ou efeitos colaterais de medicamentos. Embora sua aparição também tenha sido relacionada a infecção por coronavírus, a condição não aparece apenas pelo vírus, não sendo, portanto, um sintoma exclusivo da doença.

foto: Divulgação/NCB