segunda, 22 de julho de 2024
Euro 6.114 Dólar 5.6094

PREFEITO DE ILHÉUS DIZ QUE ESTAVA “SEM ALMOÇAR”, MAS DENTRO DO DECRETO

Redação - 21/05/2021 13:26

A polêmica envolvendo o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSD), o Marão, flagrado em um vídeo que o mostraria descumprindo o decreto do toque de recolher do estado, foi rebatida, em nota, pela assessoria do político. No texto, os assessores negam que Marão estivesse descumprindo o horário do decreto. Eles dizem que o vídeo foi gravado às 21h07 — embora não mostrem elementos para comprovar tal afirmação — e lembram que “restaurantes e similares, portanto, estão autorizados a funcionar até as 21h30”. O texto ainda reitera que o período de vigência do toque de recolher na capital é das 22h às 5h da manhã.

As imagens foram feitas no Restaurante Coco Bambu, no bairro da Pituba,  em Salvador. Durante a gravação, aparece o gestor municipal de Ilhéus em mesa com mais sete pessoas. No registro, o autor da filmagem avisa que o decreto impõe toque de recolher às 21h e que o horário já havia sido ultrapassado. Nenhum dos presentes contesta a informação dada pelo homem que faz a filmagem. Ele ainda ironiza: “o povo em casa e vocês aqui bebendo. Olha que maravilha os petistas…”

Na nota, a assessoria diz o prefeito cumpria exaustiva agenda de reuniões na capital, onde “sequer foi possível almoçar”. Diz ainda que o autor do vídeo “estava completamente alheio à situação e de maneira difamatória expôs a imagem do prefeito”. Completa afirmando que tal “fato revela o único objetivo: minimizar todo o trabalho realizado pela gestão, que vem buscando de maneira constante investimentos não apenas para Ilhéus, mas para a região”.

Foto: divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.